C3 está na lista da série especial 100 anos

A Citroën completa 100 de história e para comemorar apresenta no Brasil a série 100 “anos”.

Carros
1 ano atrás
C3 está na lista da série especial 100 anos

A edição exclusiva chega para comemorar a história de audácia da empresa e será disponibilizada em quatro modelos da gama atual. O C3 é um deles. Ao todo, serão disponibilizadas 550 unidades dos modelos exclusivos, que serão comercializados nas concessionárias Citroën.

“Se formos pensar em quantas Marcas conseguem alcançar os 100 anos de existência, não conseguimos encontrar muitas. Se procurarmos as que se guiaram pela inovação e reinventaram todo o seu setor, as opções são ainda mais limitadas.

E assim foi a história da Citroën, da qual nos orgulhamos muito. Mesmo assim, somos uma Marca inquieta e já estamos pensando nos próximos 100 anos”, afirma Ana Theresa Borsari, Country Manager da Citroën no Brasil.

Personalização inédita

Pensando em oferecer algo inovador, mas sem deixar de lado o histórico de produtos com design refinado, todos os modelos da Série Especial 100 Anos têm um trabalho diferenciado em termo de cores e materiais, que remete ao passado e valoriza uma personalização esmerada e exclusiva, tanto no exterior quanto no interior dos veículos.

Imediatamente identificáveis, os modelos 100 Anos se distinguem esteticamente graças a um acabamento específico e design que faz referência a um século de inovação e pioneirismo da Marca.

Preço e detalhes

Equipado com um motor VTi 120 Flex Start, com 118cv de potência, o hatch ganha ainda mais personalidade com o novo acabamento da Série Especial 100 anos. As molduras do Airbump® recebem uma pintura especial 100 anos de cor “Lutèce”. Além disso, o modelo oferece rodas de liga leve de 16” tipo Oka, com pintura Gris Storm (cinza escuro).

O C3 ganha ainda faixas decorativas “100 anos” na lateral e na tampa do porta-malas, além de apresentar um novo aplique “Origins” nas portas dianteiras com o famoso chevron, que conquistou o mercado automobilístico no último século. O retrovisor do modelo recebe também uma personalização exclusiva, com pintura especial e uma faixa em comemoração ao aniversário da Marca.

Internamente, a mais nova versão do C3 ganha bancos e tapetes com costura e bordados “Origins” na cor “Lutèce”. O C3 100 anos está disponível na versão Urban Trail na cor Branco Nacré, com opção de teto bi-ton preto. Ao todo, serão comercializadas 100 unidades do modelo, com valor de R$ 71.990,00.

Agrada quem busca modernidade

Manter a competitividade no mercado brasileiro é dever de todas as montadoras. Para não ficar atrás das demais, a Citroën tenta compensar a defasagem do C3 em relação ao modelo europeu, lançando a linha 2019 com a inclusão de um câmbio automatizado de até seis marchas.

Com essa investida, que deu certo, ela aposentou de vez o obsoleto câmbio com quatro velocidades. Nas versões de entrada, o C3 segue com a transmissão de câmbio manual e cinco marchas, mantendo a motorização de 2017, os agora consagrados propulsores 1.6 flex e 1.2 flex.

Com essa alteração, o veículo da Citroën que tinha como principal ponto fraco a transmissão de câmbio automático de apenas quatro velocidades, considerado antigo, desapropriado e, até defasado, passa para outro nível dentro da categoria de hatchs.

O antigo câmbio, muito criticado, com pouca quantidade de velocidade disponível agia diretamente na média de consumo do veículo, que exigia um gasto maior de combustível, além de constantes vibrações e ruídos altos do motor perceptíveis no interior do veículo.

Com uma abordagem ofensiva em conteúdo, a Citroën passa a oferecer central multimídia como item padrão desde o C3 básico, com motor Puretech.

O equipamento incluí a tela sensível ao toque de sete polegadas, com navegador GPS, Bluetooth, entradas auxiliar e USB e as plataformas MirrorLink (para celulares Android) e Apple Carplay (para iPhones).

Outro item interessante é o ar-condicionado digital, também presente em todos os C3 na linha 2018. Tem ainda a direção hidráulica, trio, ABS e airbags, como complementos deixando o pacote bem bacana.

Demais versões

Conheça os valores e o que cada modelo oferece entre destaques, além dos itens de série:

1.2 manual st@rt
Computador de bordo
Tapete Exclusivo St@rt

1.2 manual attraction puretech
Direção Elétrica
Ar Condicionado Digital
Computador de bordo
Vidros elétricos traseiros
Porta-luvas refrigerado e iluminado

1.2 manual tendance puretech
Porta-luvas refrigerado e iluminado
Computador de bordo
Vidros elétricos traseiros

1.6 auto attraction
Direção Elétrica
Ar Condicionado Digital
Computador de bordo
Vidros elétricos traseiros
Motor de 118 CV
Porta-luvas refrigerado e iluminado

1.6 auto tendance
Motor de 118 CV
Vidros elétricos traseiros
Porta-luvas refrigerado e iluminado

1.6 auto exclusive
Vidros elétricos traseiros
Limitador e regulador de velocidade
Apoios dianteiros centrais de braço
Sensor de chuva
Acendimento automático dos faróis
Porta-luvas refrigerado e iluminado
Motor de 118 CV

Novo câmbio

Como dito na apresentação da matéria, a nova transmissão automática da Citroën, aparece como destaque nos novos modelos.

Proprietários do C3 agora com seis marchas cravam que é outro carro com essa transmissão fornecida pela japonesa Aisin.
Ao contrário da versão anterior, equipada com a defasada caixa de quatro marchas, o hatch agora apresenta suavidade e grande eficiência nas trocas.

A montadora francesa aponta em uma redução de até 7% no consumo de combustível, outro ganho importante. De acordo com o Inmetro, o modelo faz até 13 km/l com gasolina na estrada.

A nova transmissão oferece três diferentes modos de condução: Drive (que é a posição “D” normal), Sport (acionado no botão “S”) e Eco, também ativado por tecla e que promete reduzir o consumo na cidade em até 5%, segundo a fabricante.

A conexão com o motor 1.6 16V flex se mostra bastante harmoniosa, e a sexta marcha atua como um overdrive, mantendo os giros baixos em velocidade de cruzeiro. Com isso, enfim o C3 passa a oferecer, nas versões mais caras, um desempenho compatível com sua posição em preços e status.

Apenas o câmbio das versões 1.6 flex passaram por mudanças. Nas configurações com motor 1.2 Puretech, segue a transmissão manual de cinco marchas que mantêm a proposta da Citroën mais voltada ao custo/benefício, enquanto as mais caras finalmente ganham uma injeção de ânimo para sustentar o status que o hatch promete desde quando estreou no Brasil, em meados de 2003.

Cores e acessórios

O C3 atual pode ser adquirido em sete cores. Apenas a branco banquise não tem custo adicional. Confira as que podem ser pedidas na hora da compra, mas que tem valores acima de R$ 1mil.

  • Vermelho Rubi: R$ 1.390,00
  • Prata Aluminium: R$ 1.390,00
  • Cinza Grafito: R$ 1.390,00
  • Preto Perla Nera: R$ 1.390,00
  • Marrom Dark Carmim: R$ 1.390,00
  • Branco Nacre: R$ 1.790,00

Entre os acessórios que podem ser colocados no carro estão: antena sport preta, organizador de porta-malas, tilt down – auxílio ao estacionamento, módulo subida automática de vidros 2 portas, alarme Citroën, sensor de estacionamento traseiro e jogo de barras transversais para teto Zenith. Eles entram como opcionais e devem ser comprados.

Mudança radical

Se agora a mudança que agradou foi a do câmbio, em 2012, o que chamou a atenção foi a alteração estética que sofreu uma grande inovação e transformou o carro, antes queridinho do público feminino, produto de consumo dos homens, até dos mais exigentes quando o assunto é carro.

O estilo arredondado foi mantido, porém todo o restante foi modificado. A dianteira recebeu faróis angulosos em forma de bumerangue e a grade cromada situada entre eles, ganhou o duplo chevrón da Citroën na parte central, estendido por dois filetes de mesma dimensão.

O para-choque recebeu uma grande entrada de ar, que ostenta na parte mais superior o suporte de placa. Nas extremidades da grade há os faróis de neblina e, nas variantes mais caras, filetes em LEDs diurnos, como nos modelos vendidos na Europa.

Na lateral, o formato da janela acompanha a linha do teto, formando um conjunto mais harmonioso.

Na traseira, as lanternas ficaram verticais e invadiram a tampa do porta-malas, que inclusive tem capacidade para 300 litros – volume que salta para 1.000l com os bancos traseiros rebatidos. Ainda na tampa do porta-bagagens, há um grosso filete cromado na parte inferior. O suporte de placa fica no para-choque.

para-brisa Zenith

Dentre todas as mudanças promovidas em 2012, a que mais chamou a atenção foi o lançamento do para-brisa Zenith nas versões mais caras na época e presente até hoje no C3.

Encantador, ele que conta com comprimento de 1.350 mm e aumento do ângulo de visão em 80°, o que dá uma melhor sensação ao motorista e passageiro.

Nele, há fixado somente o espelho retrovisor. E caso o motorista se incomode em dias ensolarados, por exemplo, pode puxar uma peça que faz com que o Zenith se torne um para-brisa convencional.
Ele está disponível apenas nas versões Tendance e Exclusive.

Com a mudança promovida entre 2012 e 2013, a montadora europeia pretendia mesmo mudar o conceito de que o carro atendia apenas o público feminino.

“Não estamos lançando um carro para mulheres, como ficou marcada a antiga geração do C3, mas um modelo para todos os públicos”, afirmou a montadora europeia.

Ficha Técnica

Além de garantir tecnologia e conectividade a bordo, o Citroën C3 está equipado com uma grande novidade. O novo câmbio automático de 6 marchas, disponível em toda a linha 2018, garante viagens mais suaves e econômicas, repletas de conforto para motoristas e passageiros. Tudo isso em modos Sport e ECO.

  • Motor: 1.2 Pure Tech – 3 Cilindros em linha
  • Cilindrada: 1.200 cm3
  • Potência: 90 cv (e) / 84 cv (g) – 5.750 rpm
  • Torque: 127 Nm (e) – 2.750 rpm / 120 Nm (g) – 2.750 rpm
  • Transmissão: Câmbio Manual de 5 marchas
  • Direção: EPS – Elétrica Progressiva
  • Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
  • Suspensão Traseira: Travessa deformável.
  • Freios Dianteiros: A Disco sólidos
  • Freios Traseiros: Tambor
  • Pneus; 195/60 R15
  • Alimentação: Flex – Gasolina e Etanol
  • Comprimento: 3.944 mm
  • Largura: 1.708 mm
  • Altura: 1.521 mm
  • Distância entre eixos: 2.460 mm
  • Peso: 1.081 kg a 1.110 kg
  • Carga Útil: 427 kg a 411 kg
  • Porta – Mala: 300l
  • Motor 1.6 Câmbio Automático
  • Motor: VTi 120Flex Start – 4 Cilindros em linha
  • Cilindrada: 1.587 cm3
  • Potência: 118 cv (e) / 115 cv (g) – 5.750 rpm
  • Torque: 158 Nm (e) – 4.000 rpm / 158 Nm (g) – 4.750 rpm
  • Transmissão: Câmbio Automático Sequencial de 6 marchas
  • Direção: EPS – Elétrica com assistência Variável
  • Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
  • Suspensão Traseira: Travessa deformável.
  • Freios Dianteiros: A Disco ventilados
  • Freios Traseiros: Tambor
  • Pneus; 195/55 R16
  • Alimentação: Flex – Gasolina e Etanol
  • Comprimento: 3.944 mm
  • Largura: 1.708 mm
  • Altura: 1.521 mm
  • Distância entre eixos: 2.460 mm

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?