Citroen C3 um agrado para quem busca modernidade

Manter a competitividade no mercado brasileiro é dever de todas as montadoras. Para não ficar atrás das demais, a Citroën tenta compensar a defasagem do C3 em relação ao modelo europeu, lançando a linha 2018 com a inclusão de um câmbio automatizado de até seis marchas.

Carros
2 anos atrás
Citroen C3 um agrado para quem busca modernidade

Com essa investida, que deu certo, ela aposentou de vez o obsoleto câmbio com quatro velocidades. Nas versões de entrada, o C3 segue com a transmissão de câmbio manual e cinco marchas, mantendo a motorização de 2017, os agora consagrados propulsores 1.6 flex e 1.2 flex.

Com essa alteração, o veículo da Citroën que tinha como principal ponto fraco a transmissão de câmbio automático de apenas quatro velocidades, considerado antigo, desapropriado e, até defasado, passa para outro nível dentro da categoria de hatchs.

O antigo câmbio, muito criticado, com pouca quantidade de velocidade disponível agia diretamente na média de consumo do veículo, que exigia um gasto maior de combustível, além de constantes vibrações e ruídos altos do motor perceptíveis no interior do veículo.

Com uma abordagem ofensiva em conteúdo, a Citroën passa a oferecer central multimídia como item padrão desde o C3 básico, com motor Puretech.

O equipamento incluí a tela sensível ao toque de sete polegadas, com navegador GPS, Bluetooth, entradas auxiliar e USB e as plataformas MirrorLink (para celulares Android) e Apple Carplay (para iPhones).

Outro item interessante é o ar-condicionado digital, também presente em todos os C3 na linha 2018. Tem ainda a direção hidráulica, trio, ABS e airbags, como complementos deixando o pacote bem bacana.

Preços e versões do C3

Conheça os valores e o que cada modelo oferece entre destaques, além dos itens de série:

1.2 manual st@rt – R$ 43.990,00
Computador de bordo
Tapete Exclusivo St@rt

1.2 manual attraction puretech – R$ 49.990,00
Direção Elétrica
Ar Condicionado Digital
Computador de bordo
Vidros elétricos traseiros
Porta-luvas refrigerado e iluminado

1.2 manual tendance puretech – R$ 52.940,00
Porta-luvas refrigerado e iluminado
Computador de bordo
Vidros elétricos traseiros

1.6 auto attraction – R$ 55.990,00
Direção Elétrica
Ar Condicionado Digital
Computador de bordo
Vidros elétricos traseiros
Motor de 118 CV
Porta-luvas refrigerado e iluminado

1.6 auto tendance – R$ 61.940,00
Motor de 118 CV
Vidros elétricos traseiros
Porta-luvas refrigerado e iluminado

1.6 auto exclusive – R$ 65.490,00
Vidros elétricos traseiros
Limitador e regulador de velocidade
Apoios dianteiros centrais de braço
Sensor de chuva
Acendimento automático dos faróis
Porta-luvas refrigerado e iluminado
Motor de 118 CV

O Citroen tem novo câmbio

Como dito na apresentação da matéria, a nova transmissão automática da Citroën, aparece como destaque nos novos modelos.

Proprietários do C3 agora com seis marchas cravam que é outro carro com essa transmissão fornecida pela japonesa Aisin.
Ao contrário da versão anterior, equipada com a defasada caixa de quatro marchas, o hatch agora apresenta suavidade e grande eficiência nas trocas.

A montadora francesa aponta em uma redução de até 7% no consumo de combustível, outro ganho importante. De acordo com o Inmetro, o modelo faz até 13 km/l com gasolina na estrada.

A nova transmissão oferece três diferentes modos de condução: Drive (que é a posição “D” normal), Sport (acionado no botão “S”) e Eco, também ativado por tecla e que promete reduzir o consumo na cidade em até 5%, segundo a fabricante.

A conexão com o motor 1.6 16V flex se mostra bastante harmoniosa, e a sexta marcha atua como um overdrive, mantendo os giros baixos em velocidade de cruzeiro.

Com isso, enfim o C3 passa a oferecer, nas versões mais caras, um desempenho compatível com sua posição em preços e status.

Apenas o câmbio das versões 1.6 flex passaram por mudanças. Nas configurações com motor 1.2 Puretech, segue a transmissão manual de cinco marchas que mantêm a proposta da Citroën mais voltada ao custo/benefício, enquanto as mais caras finalmente ganham uma injeção de ânimo para sustentar o status que o hatch promete desde quando estreou no Brasil, em meados de 2003.

Cores e acessórios do Citroen C3

O C3 atual pode ser adquirido em sete cores. Apenas a branco banquise não tem custo adicional. Confira as que podem ser pedidas na hora da compra, mas que tem valores acima de R$ 1mil.

Vermelho Rubi: R$ 1.390,00
Prata Aluminium: R$ 1.390,00
Cinza Grafito: R$ 1.390,00
Preto Perla Nera: R$ 1.390,00
Marrom Dark Carmim: R$ 1.390,00
Branco Nacre: R$ 1.790,00

Entre os acessórios que podem ser colocados no carro estão: antena sport preta, organizador de porta-malas, tilt down – auxílio ao estacionamento, módulo subida automática de vidros 2 portas, alarme Citroën, sensor de estacionamento traseiro e jogo de barras transversais para teto Zenith. Eles entram como opcionais e devem ser comprados.

O Citroen vem com mudança radical

Se agora a mudança que agradou foi a do câmbio, em 2012, o que chamou a atenção foi a alteração estética que sofreu uma grande inovação e transformou o carro, antes queridinho do público feminino, produto de consumo dos homens, até dos mais exigentes quando o assunto é carro.

O estilo arredondado foi mantido, porém todo o restante foi modificado. A dianteira recebeu faróis angulosos em forma de bumerangue e a grade cromada situada entre eles, ganhou o duplo chevrón da Citroën na parte central, estendido por dois filetes de mesma dimensão.

O para-choque recebeu uma grande entrada de ar, que ostenta na parte mais superior o suporte de placa. Nas extremidades da grade há os faróis de neblina e, nas variantes mais caras, filetes em LEDs diurnos, como nos modelos vendidos na Europa.

Na lateral, o formato da janela acompanha a linha do teto, formando um conjunto mais harmonioso.

Na traseira, as lanternas ficaram verticais e invadiram a tampa do porta-malas, que inclusive tem capacidade para 300 litros – volume que salta para 1.000l com os bancos traseiros rebatidos. Ainda na tampa do porta-bagagens, há um grosso filete cromado na parte inferior. O suporte de placa fica no para-choque.

O C3 e o para-brisa Zenith

Dentre todas as mudanças promovidas em 2012, a que mais chamou a atenção foi o lançamento do para-brisa Zenith nas versões mais caras na época e presente até hoje no C3.

Encantador, ele que conta com comprimento de 1.350 mm e aumento do ângulo de visão em 80°, o que dá uma melhor sensação ao motorista e passageiro.

Nele, há fixado somente o espelho retrovisor. E caso o motorista se incomode em dias ensolarados, por exemplo, pode puxar uma peça que faz com que o Zenith se torne um para-brisa convencional.
Ele está disponível apenas nas versões Tendance e Exclusive.

Com a mudança promovida entre 2012 e 2013, a montadora europeia pretendia mesmo mudar o conceito de que o carro atendia apenas o público feminino.

“Não estamos lançando um carro para mulheres, como ficou marcada a antiga geração do C3, mas um modelo para todos os públicos”, afirmou a montadora europeia.

Sem nova geração

A Citroën realmente não lançará a nova geração do C3. Essa última atualização do carro pode dar algum fôlego para o modelo até a chegada de uma nova geração, um projeto que também dará origem ao novo Peugeot 208.

Será a segunda reestilização do C3, que já chegou reestilizado ao Brasil em 2013 e ganhou novo motor 1.2 e câmbio automático de seis marchas para o 1.6 mais recentemente. Vale lembrar que o lançamento de ambos não acontecerá antes de 2020, pelo andar dos planos.

Revisão do C3

A revisão com preço fixo é outro diferencial oferecido pela Citroën. Mas é bom ficar atento, pois já vimos relatos de casos de proprietários do C3 que pagaram mais pelo serviço em algumas concessionárias.

A tabela atual divulgada pela montadora é a seguinte:

10.000KM = 4X R$ 91,25
20.000KM = 4X R$ 91,25
30.000KM = 4X R$ 91,25
40.000KM = 4X R$ 182,00
50.000KM = 4X R$ 182,00
60.000KM = 4X R$ 221,00

Avaliações

Como todo veículo, o C3 também apresenta pontos negativos e positivos. Afinal, agradar o consumidor não é uma tarefa fácil.
Pontos Fortes
Possui detector de obstáculo traseiro.
Boa estabilidade.
Direção leve o que proporciona fáceis manobras.
Alta qualidade dos itens de acabamento interno.
Visão panorâmica devido ao vidro tripartido.

Pontos Fracos
Acima de 100 km/l, os barulhos do motor chegam a cabine.
Não há boa capacidade para transitar em terrenos irregulares.
Atingido por recall e baixo número no ranking de vendas.

Para Giovanna Godoi, o carro não deixa a desejar. “Estou adorando o Citroën C3, pelo conforto, espaço interno e disposição do motor. O carro é lindo. Não queria deixar de registrar o excelente atendimento que tive na loja da Citroën. Foi um dos fatores que me fez decidir a compra do carro”.

Antonio Cesar seguiu a linha de Giovana e também elogiou o carro, mas criticou o consumo. “Estou comprando o segundo C3, pela qualidade do veiculo, segurança e tranquilidade em dirigir. Gostaria de registrar que o carro é maravilhoso, mas a economia do motor é muito ruim. A montadora precisa agilizar uma mudança nesse sentido”, declarou.

Ficha Técnica

Além de garantir tecnologia e conectividade a bordo, o Citroën C3 está equipado com uma grande novidade. O novo câmbio automático de 6 marchas, disponível em toda a linha 2018, garante viagens mais suaves e econômicas, repletas de conforto para motoristas e passageiros. Tudo isso em modos Sport e ECO.

Motor: 1.2 Pure Tech – 3 Cilindros em linha
Cilindrada: 1.200 cm3
Potência: 90 cv (e) / 84 cv (g) – 5.750 rpm
Torque: 127 Nm (e) – 2.750 rpm / 120 Nm (g) – 2.750 rpm
Transmissão: Câmbio Manual de 5 marchas
Direção: EPS – Elétrica Progressiva
Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
Suspensão Traseira: Travessa deformável.
Freios Dianteiros: A Disco sólidos
Freios Traseiros: Tambor
Pneus; 195/60 R15
Alimentação: Flex – Gasolina e Etanol
Comprimento: 3.944 mm
Largura: 1.708 mm
Altura: 1.521 mm
Distância entre eixos: 2.460 mm
Peso: 1.081 kg a 1.110 kg
Carga Útil: 427 kg a 411 kg
Porta – Mala: 300l

Motor 1.6 Câmbio Automático
Motor: VTi 120Flex Start – 4 Cilindros em linha
Cilindrada: 1.587 cm3
Potência: 118 cv (e) / 115 cv (g) – 5.750 rpm
Torque: 158 Nm (e) – 4.000 rpm / 158 Nm (g) – 4.750 rpm
Transmissão: Câmbio Automático Sequencial de 6 marchas
Direção: EPS – Elétrica com assistência Variável
Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
Suspensão Traseira: Travessa deformável.
Freios Dianteiros: A Disco ventilados
Freios Traseiros: Tambor
Pneus; 195/55 R16
Alimentação: Flex – Gasolina e Etanol
Comprimento: 3.944 mm
Largura: 1.708 mm
Altura: 1.521 mm
Distância entre eixos: 2.460 mm

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?