Como baixar a CNH digital para Celular

A CNH digital é mais uma novidade tecnológica que veio para facilitar a vida do cidadão que tem como companheiro inseparável um smartphone e não aguentar mais carregar um monte de documento em papel. Na prática, a carteira de habilitação eletrônica (CNH-e) vai ter o mesmo valor jurídico da impressa, que continuará sendo emitida.

Auto
2 anos atrás
Como baixar a CNH digital para Celular

A versão digital traz vantagens adicionais que propiciam uma maior mobilidade, praticidade e comodidade. Com ela, fica mais fácil o compartilhamento das informações, além de evitar o uso do papel para impressão e do scanner ou câmera para digitalizar cópias. Também dispensa o reconhecimento cartorial da cópia digital e sua autenticidade, confiabilidade e integridade são validados facilmente por meio de aplicativo.

Baixar CNH Digital no Celular

Para fazer o download da Carteira de Habilitação Digital é muito fácil, o aplicativo é gratuito e está disponível para os principais smartphones do mercado, tanto para Android, quanto iOs.

Vale lembrar que, para emitir a Carteira Nacional de Habilitação digital, não pode haver restrição no prontuário do condutor (ter ultrapassado 20 pontos ou estar com a CNH “apreendida”, por exemplo) e o documento deve estar dentro da validade.

A CNH digital só pode ser vinculada a um smartphone por vez; se você trocar de aparelho, a CNH digital anterior será automaticamente bloqueada. Ela possui o mesmo prazo de validade da versão em papel e, claro, sua emissão é totalmente opcional.

Como obter a CNH digital

Para tirar o documento, o interessado deve ter a CNH impressa no formato atual, com QR code. Quem tem a versão antiga, precisará pedir uma segunda via ou renovar a impressa para, então, solicitar a digital. Não é necessário esperar a CNH vencer para renová-la.

O segundo passo é cadastrar-se no Portal de Serviços do Denatran. Basta entrar no item “cadastro” do menu à esquerda e após realizar o preenchimento, o site dispara um link para seu endereço de e-mail para ativação do cadastro.

Depois preciso ir ao Detran onde foi emitida a CNH impressa para confirmar seus dados, mas quem quem optar por usar um certificado digital, que é pago, pode fazer todo o processo online. Fica a cargo de cada Detran cobrar ou não pela via digital, e determinar um valor a ser pago.

Completada a etapa anterior, basta baixar o aplicativo gratuito da CNH digital, que estará nas lojas oficiais da Apple (App Store) e do Google (Play Store). Nessa etapa é bom ficar atento com apps falsos: o oficial é gratuito para baixar e nele está escrito o nome do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), responsável pelo sistema.

O acesso ao aplicativo é feito por meio de um código de ativação que o Denatran enviará por e-mail aos usuários inscritos.
Por fim, é preciso criar uma senha de 4 dígitos para acessar o documento no celular.

Confira mais informações obre a CNH-e

A CNH-e vai valer tanto quanto a CNH física. De acordo com o Ministério das Cidades, a CNH digital será uma versão do documento com o mesmo valor jurídico da CNH impressa.

Para quem tem dúvida sobre se ela será cobrada e como substituir a impressa pela digital, a resposta é a seguinte: o Denatran diz que a cobrança de possíveis taxas para emissão da CNH digital ficará a cargo dos Detrans, Departamentos Estaduais de Trânsito. Como são eles que determinam atualmente os valores das taxas da CNH impressa, varia de um estado para o outro.

No caso do certificado digital, é bom ficar claro que ele não é obrigatório. O certificado digital, que é uma assinatura eletrônica com a mesma validade da assinatura física, e possibilita realizar operações pela internet, vai permitir que todo o processo de obtenção da CNH digital seja feito onde o motorista estiver. Caso contrário, ele terá de ir até o Detran para confirmar seus dados.

O certificado digital é pago e oferecido por entidades credenciadas, como os Correios e a Serasa. O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública que desenvolve o sistema da CNH digital, também oferece certificados digitais, mas esse serviço tem custo.

Aplicativo terá outras funções

O aplicativo que abriga a CNH-e também oferecer outros serviços como consultar a pontuação e ser avisado da proximidade do vencimento da carteira. Ele também permitirá exportar e compartilhar o arquivo da CNH (por e-mail e até whatsapp) para usar em situações que exigem um documento autenticado.

Por falar em autenticação, a CNH digital é totalmente segura, garante o Ministério das Cidades. Segundo o órgão, existe um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento.

A autenticidade da CNH digital poderá ser comprovada pela assinatura com certificado digital do emissor (Detrans) ou com a leitura de um QRCode, mas isso não quer dizer que será preciso ter sinal de internet para acessar o documento.
Para visualizar a CNH digital, sempre será necessária uma senha de 4 dígitos para abrir CNH digital, diz o Serpro.

Como todo documento quando roubado é preciso comunicar as autoridades de segurança, caso o smartphone com a CNH digital seja roubado, o usuário deverá bloquear o documento. Se tiver o certificado digital, ele poderá entrar no Portal de Serviços do Denatran e solicitar o bloqueio remoto. Caso contrário, terá que ir até algum posto do Detran.

A CNH-e vai funcionar sem internet?

Imagina ser parado em uma blitz ou para averiguação de um policial rodoviário e não ter internet naquele local para abrir o aplicativo e exibir a CNH digital ao guarda? Não precisa se preocupar e não há motivos para pânico ou ligar para alguém levar o documento em papel até você.

De acordo com o Denatran, será necessária conexão com a internet somente no primeiro acesso, depois, a CNH estará disponível off-line e a entrada ao aplicativo é feita com uma senha de 4 dígitos, cadastrada nos primeiros procedimentos feitos para a instalação do aplicativo.

Mas uma situação que pode resultar em infração é no caso do smartphone ficar sem bateria. Em situações assim, o motorista precisa estar de posse da CNH impressa, caso contrário, cometerá infração.

A CNH impressa deixará de existir?

A CNH digital será opcional, para quem tiver interesse em ter o documento no smartphone. A carteira impressa continuará a ser emitida normalmente, nos padrões atuais.

Portanto, nada de sair correndo atrás do documento digital que embora prático, não requer prazo para que seja instalado e se torne a única opção de comprovar ser um motorista habilitado.

Vale destacar que dirigir sem a carta, seja digital, seja no papel, continua sendo transgressão. Quem tem habilitação, mas não está com o documento ao dirigir, comete infração leve, com multa no valor de R$ 88,38, mais 3 pontos na carteira. O veículo fica retido até a apresentação do documento.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?