Coupé e Cabriolet, as versões do Porsche 911 que são sonho de consumo

Muitas pessoas, em especial os amantes da maraca, esperavam com expectativa pela chegada do novo Porsche 911 Carrera. O novo membro da família acaba de dar boas-vindas e com essa oitava geração, a montadora expande sua linha do modelo.

Carros
2 semanas atrás
Coupé e Cabriolet, as versões do Porsche 911 que são sonho de consumo

Inconfundivelmente comprometido com o DNA do design da Porsche, com um visual muito mais musculoso e um interior com um monitor touchscreen de 10,9 polegadas, o novo 911 ao mesmo tempo que é atemporal, não deixa de ser moderno.

“Apesar de todas as inovações, o 911 ainda é o que sempre foi: um carro esportivo puro e o coração pulsante da Porsche: nosso ícone”, comenta Oliver Blume, diretor executivo da Porsche AG.

Preços e versões

Os dois modelos Coupé e Cabriolet são destinados à entrada na linha 911, sendo também os mais acessíveis. Com previsão de chegada para 2020, as duas versões serão vendidas por:

Porsche 911 Cupê – US $ 97.400, cerca de R$ 370 mil
Porsche 911 Cabriolet – US $ 110.200, cerca de R$ 417 mil

Coupé e Cabriolet

O novo carro esportivo está sendo lançado com o mesmo motor que o S e o 4S. Trata-se de um propulsor de seis cilindros com dois turbocompressores e 3.0 litros. Neste caso, produz 379 cavalos de potência e 448 Nm de torque.

O Carrera é o modelo 911 de nível básico e oferece mais potência do que seu antecessor. Ele compartilha seus recursos padrão de alta qualidade praticamente inalterados do 911 Carrera S.

Estes incluem o interior de alta qualidade com tela sensível ao toque de 10,9 polegadas, conectividade abrangente e também sistemas de assistência inovadores como o Porsche Wet Mode que garante um manuseio ainda mais seguro em estradas molhadas.

O 911 Carrera distingue-se pelas rodas e travões de menor dimensão e pelas coberturas individuais do tubo de escape no sistema de escape.

Esportividade exclusiva

Tal como no modelo Carrera S, o motor, o chassis e os travões foram concebidos para uma desportividade exclusiva.

O motor 3.0-litro de seis cilindros do 911 Carrera gera energia em grande parte através dos menores diâmetros de roda das turbinas e compressores que aparecem nos novos turbocompressores.

A transmissão de potência é feita pela nova transmissão de embraiagem dupla de oito velocidades (PDK). Isto permite ao 911 Carrera Coupé acelerar dos 0 aos 100 km / h em 4,2 segundos, com uma velocidade máxima de 293 km / h.

O pacote Sport Chrono opcional reduz em 0,2 segundos o sprint. O consumo de combustível combinado (NEDC-correlacionado) do Coupé é de 9,0 l / 100 km, enquanto o Cabriolet registra este valor como 9,2 l / 100 km.

A configuração da dinâmica de condução inclui pneus 235/40 ZR em jantes de liga leve de 19 polegadas no eixo dianteiro. A configuração do pneu misto apresenta rodas de 20 polegadas com pneus 295/35 ZR na traseira. A potência de parada é fornecida em ambos os eixos por discos de freio de 330 milímetros com pinças fixas pretas monobloco de quatro pistões.

Outros detalhes

As versões de base do 911 não parecem muito diferentes de seus irmãos mais poderosos, exceto pelas opções de roda e pelo número reduzido de canos de escape.

Chamar o modelo de base é complicado, quando se trata de um Porsche carregado com recursos como o sistema de amortecimento adaptativo PASM, freios de ferro de 13 polegadas e um modo úmido que pode detectar água no solo e avisar o motorista.

As rodas são escalonadas, com ligas de 19 polegadas na frente e 20 polegadas atrás. No interior, os detalhes são praticamente os mesmos que no S e no 4S. Há alguns novos assentos, bem como pedaços redesenhados no painel.

O 911 também pega a última versão do sistema de infotainment PCM da Porsche, que vive em uma tela sensível ao toque de 10,9 polegadas e funciona com o Apple CarPlay .

Design familiar

O design exterior é familiar e, no entanto, inconfundivelmente novo. A oitava geração do 911 é mais ampla, mais assertiva e mais avançada. As asas mais largas arqueadas sobre as grandes rodas de 20 polegadas na frente e as rodas de 21 polegadas na traseira.

Os modelos de tração traseira agora correspondem à largura da carroceria dos modelos de todas as rodas existentes. Seu corpo traseiro é 44 mm mais largo. A extremidade dianteira de todos os modelos – agora com 45 mm de largura – revive uma característica tradicional das gerações anteriores de 911: um capot para a frente com um recesso distinto em frente ao pára-brisas. Ambos os elementos alongam a frente do veículo e dão uma aparência dinâmica.

Ao mesmo tempo, os faróis de LED recém-desenvolvidos ilustram como a tecnologia avançou no 911. Esses faróis são integrados nas asas quase perfeitamente, assumindo a forma tipicamente redonda e vertical do 911. A integração nivelada das alças elétricas nas portas enfatiza o contorno lateral cônico e suave.

Os espelhos exteriores também foram redesenhados e agora otimizados para minimizar o ruído do vento. Também é possível dobrar os espelhos eletronicamente.

A parte traseira de todos os modelos é dominada pelo spoiler de posição variável significativamente mais amplo e pela barra de luz elegante e sem costuras. As persianas verticais da entrada de ar refletem os contornos da janela traseira. A terceira luz de freio localizada centralmente também foi integrada nas grelhas de admissão. Como isso fica oculto quando o spoiler traseiro é estendido, há uma segunda luz de freio no próprio spoiler.

Como característica distintiva, os modelos de tração traseira têm persianas pretas, enquanto os modelos de tração nas quatro rodas têm elementos cromados na grade traseira. Com exceção das seções dianteira e traseira, todo o revestimento externo agora é feito de alumínio.

Interior redesenhado

O interior redesenhado é distinto, com as linhas retas e claras e os instrumentos recuados que definem o painel. Os modelos 911 da década de 1970 forneceram a inspiração no modelo atual também. Como no original 911, o novo painel cobre toda a largura entre dois níveis de asa horizontal.

Juntamente com o conta-rotações posicionado centralmente, dois visores de forma livre finos e sem moldura fornecem informações ao motorista.

Agora com 10,9 polegadas de tamanho, a tela central do Porsche Communication Management (PCM) pode ser operada rapidamente e sem causar distração. Abaixo dele, um painel de controle encaixado de cinco botões com a aparência de um interruptor articulado clássico cria a transição para o console central com touchpad.

Os assentos também foram fundamentalmente modificados. O novo design reduz o peso do veículo em cerca de três quilos, enquanto a geometria adaptada oferece suporte lateral significativamente melhor na área do ombro. Embora o assento esteja agora cinco milímetros mais baixo e tenha uma almofada de assento minimamente mais fina, o conforto do assento foi melhorado em geral.

Na área de digitalização, o 911 dá o próximo passo no futuro com conectividade permanente, assim como novas funções e serviços. Os recursos padrão do PCM incluem navegação on-line com base nos dados de enxame, bem como no Porsche Connect Plus.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?