Cronos 1.8 HGT, novidade para salvar as vendas

A Fiat começa a divulgar novidades na linha 2020. O Fiat Cronos que não vem sendo vendido como esperado chega com uma novidade. A versão 1.8 HGT passa a ser uma opção com apelo esportivo. Ela baseada no Cronos Sport, conceito mostrado no Salão do Automóvel, em novembro do ano passado.

Carros
1 ano atrás
Cronos 1.8 HGT, novidade para salvar as vendas

Considerado um dos mais prazerosos modelos da Fiat de dirigir, o Cronos é um sedã compacto feito pela fabricante para brigar no segmento com seus principais concorrentes.

Preços e versões de toda a linha

A nova configuração, posicionada no topo da gama, será a mais cara. Como é possível incluir opcionais em todas as versões, inclusive a topo de linha, os valores serão divulgados como iniciais e não fixo.

Cronos 1.3 – a partir de R$ 58.990
Drive Drive 1.3 Manual – a partir de R$ 61.990
Drive 1.3 GSR AT – a partir de R$ 66.690
Cronos Drive 1.8 AT por – a partir de R$ 65.990,00.
Precision 1.8 Automático – a partir de R$ 69.990
Cronos 1.8 HGT – a partir de R$ 75.000

Cronos 1.8 HGT

O motor do Cronos 1.8 HGT é o flexível de até 139 cv e o câmbio automático de seis marchas, os mesmos da versão Precision. Os diferenciais da nova opção são direcionadas ao visual. Há vários elementos pintados de preto. É o caso do teto, grade dianteira, rodas de liga leve de 17 polegadas e do spoiler na tampa do porta-malas. A cabine tem acabamento semelhante à do “irmão” Argo HGT.

Bancos, volante e acabamento do câmbio são revestidos de couro e têm detalhes vermelhos. As telas do painel de instrumentos e da central multimídia são de TFT colorido. Batizado de UConnect, o sistema de conectividade, aliás, é igual ao do Argo Trekking.

A boa notícia, que apesar de ser o mais caro da gama, o Cronos 1.8 HGT vem bem recheado de série. Entre os itens de segurança há controles de tração, estabilidade e velocidade de cruzeiro, além de assistente de partida em rampas.

Vendas em baixa

Mesmo longe de ser um sucesso de vendas, a Fiat acredita no sedã. No acumulado dos seis primeiros meses do ano, o modelo ficou na oitava posição entre os sedãs compactos à venda no País. Foram vendidas cerca de 11 mil unidades. Para comparação, o líder Prisma teve quase 41 mil vendas no período.

Aposta no design

Para mudar esse cenário de vendas patinando, a aposta foi mexer no design. No lançamento do Cronos, em 2018, a grande aposta da Fiat no novo modelo chamou a atenção. O modelo, aliás, seguiu a nova linha da empresa investir fortemente no visual de seus carros, como fez com a Toro em 2016 e o Argo, em 2017.

As linhas do Cronos são harmoniosas e o porta-malas tem bons 525 litros de capacidade. Mesmo assim, a traseira é curta, o que deixa o modelo menos “miúdo”, como queria a marca. O sedã utiliza a plataforma MP-S, a mesma do Argo, com 36 cm a mais no comprimento. O Cronos mede 4,36 metros. São 2,52 m de distância entre os eixos.

Por dentro, o sedã traz oferece bastante conforto a dois adultos e uma criança, no banco de trás. Todos viajam confortavelmente em razão do bom espaço para a cabeça e as pernas. Além de ser amplo, o compartimento de bagagem tem fácil acesso. O mérito é da entrada grande e da tampa com 97° de ângulo de abertura.

A suspensão é do tipo McPherson na frente e semi-independente com barras estabilizadoras atrás. O que também não cai muito bem no Cronos é a posição de dirigir. Mesmo com o ajuste do banco no nível mais baixo, o motorista fica muito elevado. Isso pode não agradar a todos.

A Fiat também informou no evento de lançamento que o Cronos seria um sedã compacto e funcional. A meta era agradar as famílias, mas sem ser “careta”. Nesse aspecto, podemos dizer que os projetistas fizeram um bom trabalho.

O que oferece cada versão

Listamos aqui o que cada versão oferece. Confira:

Básico 1.3
O Cronos básico não conta com a central multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas e a entrada USB traseira presentes no Drive. Mas vem de série com ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos, dianteiros, trava elétrica, chave com telecomando, rádio com conexões Bluetooth e USB, computador de bordo, volante com comandos de rádio e telefone, display TFT de 3,5 polegadas e alta resolução no painel de instrumentos, pontos ISOFIX, sistema iTPMS de monitoramento da pressão dos pneus, ajuste de altura do banco do motorista, sistema ESS (sinalizador de frenagem de emergência), cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes traseiros, apoio de cabeça central traseiro, volante regulável em altura e outros.

Drive 1.3
Essa versão aparece com apenas uma opção de motor, o reconhecido 1.3 Firefly de quatro cilindros, 109 cv e 14,2 kgfm de torque. Nele, o consumidor pode escolher entre o câmbio manual ou automatizado, ambos de cinco velocidades. De série configuram ar-condicionado, direção elétrica ajustável em altura, trio elétrico, central multimídia Uconnect de sete polegadas e monitoramento de pressão dos pneus. Rodas de liga leve aro 15, sensor de estacionamento, vidros elétricos traseiros, banco bipartido e alarme são oferecidos como opcionais.

Drive 1.3 GSR
A Drive 1.3 GSR traz todos os itens da versão anterior e é uma opção mais em conta do que o Precision 1.8. A evolução do conhecido Dualogic Plus é chamada de GSR, ou Gear Smart Ride, uma promessa de trocas inteligentes de marcha. Ao contrário da caixa automática da Aisin, o automatizado GSR não conta com alavanca de marchas, apenas tem botões para funções da transmissão no console, entre elas, Drive, Ré e Sport.

Mudanças manuais são efetuadas apenas pelas borboletas no volante.
Mais completo do que o 1.3 manual, o carro conta com os controles eletrônicos de estabilidade e de tração, além de start-stop, capaz de desligar e religar o motor em paradas de trânsito, controle de velocidade de cruzeiro, luzes de ambiente na cabine, apoio de braço para o motorista, vidros elétricos traseiros e retrovisores com seta e tilt-down.

Precision 1.8
Tendo como diferencial o motor 1.8 E.torQ VIS, o carro alcança 139 cv e 19,3 kgfm com etanol. O câmbio manual tem cinco marchas, mas vale apena investir na caixa automática bem mais sofisticada e com seis velocidades.

Entre os itens de série, o Precision 1.8 traz a mais que o 1.3 os faróis com leds diurnos, controle de cruzeiro, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, assistente de saída em ladeiras (Hill Holder), vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque, computador de bordo em tela de 3,5 polegadas, volante revestido em couro e uma segunda entrada USB para os passageiros do banco de trás.

Nessa versão ainda aparece como opcionais bancos forrados em couro ecológico, rodas de liga leve aro 16, ar-condicionado digital, quadro de instrumentos em tela TFT de sete polegadas, sensores de chuva e luz, chave presencial com partida do motor por botão e airbags laterais.

Com câmbio automático Aisin de seis marchas, com opções de trocas sequenciais na alavanca e também por meio de borboletas no volante, a versão Precision tem um preço justo se comparado ao que o carro traz. Porém, se o comprador optar por mais opcionais, o carro completão pode ultrapassar os R$ 84 mil. Nesse caso, vale a pena uma comparação com outros concorrentes.

Itens de série

  • 2ª porta USB para passageiros traseiros
  • Alertas de limite de velocidade e manutenção programada
  • Apoia-pé para o motorista
  • Ar condicionado
  • Banco do motorista com regulagem de altura
  • Brake light
  • Central Multimídia UCONNECT de 7″ Touchscreen com Adroid Auto e Apple Car Play, Bluetooth, entrada USB e Sistema de reconhecimento de voz
  • Chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas
  • Check quadro de instrumentos (Welcome Moving)
  • Cintos de segurança traseiros (laterais e central) retráteis de 3 pontos
  • Computador de Bordo (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso)
  • Desembaçador do vidro traseiro temporizado
  • Direção elétrica progressiva
  • Drive by Wire (Controle eletrônico da aceleração)
  • ESS (Sinalização de frenagem de emergência)
  • Encosto de cabeça traseiro central
  • Espelho no para-sol lados motorista e passageiro
  • Follow me home
  • Gancho universal para fixação cadeira criança (Isofix)
  • HCSS (Sistema de partida a frio sem tanque auxiliar de gasolina)
  • HSD (High Safety Drive) – Airbag duplo (motorista e passageiro) e ABS com EBD
  • Iluminação do porta-malas
  • Lane Change (Função auxiliar para acionamento das setas indicando trocas de faixa)
  • Limpador e lavador do vidro dianteiro com intermitência
  • Novo motor 1.3 Firefly 8V Flex
  • Predisposição para rádio (2 alto-falantes dianteiros, 2 alto-falantes traseiros, 2 tweeters e antena)
  • Quadro de instrumentos 3,5″ multifuncional com relógio digital, calendário e informações do veículo em TFT personalizável
  • Rodas de aço estampado 6.0 x 15” com calotas integrais + Pneus “verde” com baixa resistência a rolagem 185/60 R15
  • Sistema de monitoramento de pressão dos pneus
  • Tomada 12V
  • Travas elétricas (Travamento automático a 20 km/h, indicador de portas abertas, luz interna com temporizador e tampa do combustível)
  • Vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento
  • Volante com comandos de rádio e telefone
  • Volante com regulagem de altura

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?