Ford apresenta o Explorer 2020 com novas versões

A Ford é uma das montadoras que mais revela novidades no Salão de Detroit, nos EUA. Depois do Shelby GT500, chegou a vez de revelar os detalhes do Explorer 2020, uma linha totalmente renovada do SUV mais vendido da América, com mudanças no design, nos motores, nas tecnologias e duas novas versões: ST e Hybrid.

Carros
2 anos atrás
Ford apresenta o Explorer 2020 com novas versões

Ele chega ao mercado norte-americano no meio do ano, com visual mais atlético e uma arquitetura flexível de tração traseira que amplia o espaço nas suas três fileiras de assentos. Não há previsão e nem notícias dele desembarcar no Brasil.

Um carro “road trips”

Produzido desde 1990, o Explorer tornou-se o veículo preferido das famílias americanas para as “road trips”, viagens de lazer pelas famosas rodovias do país. Potente e espaçoso, também conquistou muitos fãs no Brasil, onde foi importado de 1993 até meados dos anos 2000 e serviu de inspiração para a criação do EcoSport.

“O novo Explorer traz tudo que os consumidores pediram: mais capacidade, potência, espaço e tecnologia para toda a família, com um exterior extremamente esportivo e muito mais”, diz Hau Thai-Tang, chefe de desenvolvimento do produto e compras da Ford.

Com as alterações promovidas, a capacidade off-road do novo Explorer também aumentou, com a opção de tração inteligente nas quatro rodas e sistema de gerenciamento de terreno com sete modos de direção.

A oferta de motores inclui o 3.0 V6 EcoBoost de 370 cv ou 405 cv (no modelo ST), o 2.3 EcoBoost de 304 cv e o 3.3 híbrido com potência combinada de 322 cv.

Ele vem de série com uma nova transmissão de 10 velocidades, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas e conexão Wi-Fi para até 10 dispositivos com o serviço de assinatura FordPass Connect, que permite travar, destravar, localizar, dar partida e checar dados do veículo remotamente pelo smartphone. A linha dispõe das versões Standard, XLT, Limited, Limited Hybrid, ST e Platinum. Os preços não foram revelados.

Design moderno e elegante

Para não perder a identidade, o novo Explorer mantém elementos marcantes do design original do SUV, como os pilares A e D pretos e pilares C na cor da carroceria. A linha de teto mais inclinada e a frente mais curta reforçam a esportividade e elegância. As rodas de alumínio são de 18 ou 21 polegadas. Bancos, volante, painel e apoios de braço revestidos em couro, assim como o teto solar duplo, são opcionais.

Recursos tecnológicos foram implantados e a cabine traz tela sensível ao toque de 10,1 polegadas no console, carregamento sem fio para celular, quatro portas USB, tomadas tipo C para dispositivos móveis de próxima geração, tomadas de 12 volts e uma de 110 volts. O painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, opcional, tem gráficos 3D animados que mudam com os sete modos de direção selecionados.

Explorer ST

Para quem busca velocidade, mesmo em um ‘carrão’ com esse, vale saber que ele foi projetado pela Ford Performance, logo o novo Explorer ST é o modelo mais potente da linha, com motor 3.0 V6 EcoBoost especialmente tunado de 405 cv e tração nas quatro rodas. Ele atinge velocidade máxima de 230 km/h e tem uma direção envolvente, incluindo o modo Sport que torna as respostas da direção, do acelerador e do câmbio mais esportivas.

Visualmente, a versão ST se destaca pela grade dianteira, rack de teto, molduras das rodas, apliques laterais, protetores dianteiro e traseiro e o nome Explorer aplicado em letras pretas no capô. Rodas de alumínio de 21 polegadas e freios de alta performance são opcionais. No interior, tem bancos esportivos de couro microperfurado e volante aquecido.

Novo híbrido

Como não dá para fugir da eletrificação, o SUV terá uma versão híbrida. O Explorer Hybrid pertence à nova geração de híbridos da Ford, que combina grande desempenho e versatilidade sem concessões. Diferentemente de outros híbridos, sua bateria de íons de lítio refrigerada por líquido é montada no chassi, sob os bancos da segunda fila, para preservar o espaço de passageiros e bagagem.

“A redução do espaço de carga nos híbridos é coisa do passado para os clientes da Ford”, diz Bill Gubing, engenheiro-chefe do Explorer.

Com motor de 3.3 litros, ele tem uma potência combinada de 322 cv e autonomia de mais de 800 km na versão com tração traseira. Sua transmissão híbrida modular de 10 velocidades garante a capacidade que se espera de um utilitário. Produzido em edição limitada, o novo híbrido vem com cancelamento ativo de ruído, bancos de couro microperfurados com costura contrastante, bancos da segunda fila aquecidos e sistema de som premium B&O com 14 alto-falantes.

Tecnologias de assistência

Como todo carro atual, o Explorer também é dotado de muitas inovações. As novas tecnologias de assistência do SUV contempla o estacionamento automático de segunda geração, exclusivo na categoria, que manobra o veículo em vagas paralelas ou perpendiculares ao toque de um botão, sem que o motorista precise mexer na direção, câmbio, acelerador ou freio.

Como Ford Tem também piloto automático adaptativo inteligente com sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, com câmeras que leem as placas e ajustam a velocidade automaticamente, e assistência de frenagem de ré com radar e sensores ultrassônicos.

Essas e outras novidades dão uma prévia do que anunciou a montadora na CES, a maior feira de tecnologia do mundo, em Las Vegas, nos EUA, que vai oferecer a tecnologia de comunicação do veículo-com-tudo pelo celular – a chamada C-V2X – em todos os seus veículos novos nos Estados Unidos a partir de 2022.

A C-V2X é uma tecnologia de comunicação sem fio altamente avançada que permite aos veículos “ouvir” e “conversar” uns com os outros, com os pedestres e com a infraestrutura de trânsito para transmitir informações de segurança e ajudar a criar um sistema de transporte inteligente e conectado

O SUV vem de série com o Ford Co-Piloto 360, conjunto que inclui: alerta de colisão com frenagem automática de emergência e detecção de pedestres; sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado; sistema de manutenção na faixa; câmera de ré e farol com acendimento e luz alta automáticos.

Como opcionais, oferece também assistência de manobras evasivas e sistema de frenagem pós-colisão. O modelo com tração traseira tem seis modos de direção: normal, esporte, trilha, escorregadio, reboque e eco. A versão com tração inteligente nas quatro rodas acrescenta o modo neve/areia para melhor desempenho off-road. A capacidade de reboque é de até 2.540 kg.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?