Frontier S, mais acessórios, mais bonita

Pode até não fazer diferença para alguns, mas para muitos um simples detalhe como a introdução da roda nova já um diferencial quando o assunto é carro. É assim que a Nissan trata a novidade destinada a Frontier S, versão de entrada da picape fabricada na Argentina, que ganha como acessório original, a roda de liga leve aro 16 para o modelo.

Carros
1 ano atrás
Frontier S, mais acessórios, mais bonita

O novo acessório é uma opção aos clientes que pretendem ter uma picape ainda mais bonita com a roda de alumínio, que pode ser calçada com os pneus originais. Com preço sugerido de R$ 4.796, jogo de 4 peças com calotas, é encontrada na cor prata.

Preços e versões

A 12ª geração da Nissan Frontier está melhor e de endereço novo. Agora fabricada em Córdoba, Argentina, a família do utilitário cresceu, são quatro versões: S 4×4, Attack 4×4, XE 4×4 e LE 4×4.

  • Nissan Frontier S – R$ 137.550,00
  • Nissan Frontier Attack AT – R$ 155.590,00
  • Nissan Frontier XE AT – R$ 174.380,00
  • Nissan Frontier LE AT – 194.790,00

Nissan Frontier

Com “certificado de cidadania” do Mercosul, a picape não ganha apenas um novo endereço e versões, mas também mais segurança, equipamentos de tecnologia inéditos no segmento e aperfeiçoamentos mecânicos e dinâmicos. Sem dúvida, é a melhor picape já produzida pela Nissan em seus mais de 80 anos de tradição nesse segmento – são mais de 14,5 milhões de picapes vendidas em 180 países.

Essa tradição, no entanto, não impede a marca de aperfeiçoar sempre seu produto, escutando as demandas de seus clientes. Antes de ganhar a nacionalidade argentina, a picape foi testada em mais de 300 mil km por diversos tipos de terrenos e condições no Brasil e na Argentina. O resultado é que a Nissan introduziu ainda mais novidades na Frontier.

De acordo com a versão, a linha Nissan Frontier passa a ter equipamentos como Visão 360º Inteligente, Detector Inteligente de Objetos em Movimento, teto solar, novo sistema multimídia A-IVI com tela de oito polegadas, sistema Isofix, seis airbags, entre outros.

Também há novidades no interior, na suspensão, nas rodas, na direção, na motorização, na transmissão e no sistema de tração. Ainda, de acordo com o modelo, a picape está disponível com câmbio manual ou automático e o motor 2.3 turbodiesel passa a ter opção de uma ou duas turbinas, que faz a potência variar conforme a configuração adotada.

Força bruta

Reconhecida por sua força, a atual geração da Nissan Frontier apresenta como um dos seus destaques a estrutura ainda mais resistente do que a da anterior, com um chassi reforçado, quatro vezes mais forte, ao mesmo tempo em que é mais leve e eficiente.

A suspensão traseira com sistema multilink e molas helicoidais (única entre os concorrentes diretos) e que trabalha em conjunto com um eixo rígido tem nova calibração para permitir a adoção das novas rodas aro 18 calçadas em pneus Bridgestone, para a versão LE. O sistema recebeu molas maiores visando melhorar a performance dinâmica e dar mais estabilidade e respostas mais rápidas na direção.

Ao optar pela solução de unir o sistema multilink e molas helicoidais, a Nissan quis oferecer um excelente balanço entre o conforto no passeio e alta estabilidade, sem abrir mão das capacidades no fora de estrada e no transporte de cargas. Tudo para oferecer uma melhor experiência de condução e maior durabilidade e conforto.

Já a suspensão dianteira de arquitetura com braço duplo assistido por barra estabilizadora ganhou nova geometria. Com as novidades, transportar cargas na Nissan Frontier ficou ainda mais estável.

Além destes diferenciais, a picape mantém em sua linha 2019 equipamentos como os inéditos – para o segmento – bancos “Gravidade Zero” inspirados na tecnologia desenvolvida pela NASA para eliminar a fadiga e melhorar o conforto para o condutor; os controles de tração e estabilidade (VDC – Vehicle Dinamic Control); freios ABS com controle eletrônico de frenagem (EBD) e assistência de frenagem (BA); controles automático de descida (HDC) e auxílio de partida em rampa (HSA), luz de freio de LED (CHMSL), luzes diurnas (DRL) e muitos outros equipamentos.

A Nissan também está resgatando outra tradição da linha Frontier, a de oferecer duas opções de potência para o mesmo motor. A versão S 4×4 tem 160 cavalos de potência, enquanto as restantes desenvolvem 190 cavalos. O motor para toda a linha é o mesmo turbodiesel 2.3 16V sendo que a diferença está na quantidade de turbinas disponíveis (uma ou duas). Essa usina de força trabalha em conjunto com dois tipos de transmissão: a nova manual de seis velocidades, exclusiva para a versão S 4×4, e a automática de sete velocidades com modo sequencial para trocas manuais.

Conforto e segurança aprimorados

Para melhorar a experiência de todos os ocupantes, a engenharia da Nissan fez aprimoramentos no conforto dos bancos, na parte acústica e na dinâmica do veículo. O sistema de direção, por exemplo, foi modificado e está ainda mais preciso nas respostas e bem mais leve para as manobras.

No banco traseiro, os assentos e encosto foram remodelados para aumentar o conforto dos passageiros. O ângulo do encosto, por exemplo, está 3,5º maior e a almofada do assento cresceu 129 mm no comprimento para aumentar o contato das pernas, tornando as viagens mais confortáveis. Além disso, todo estofamento foi trocado, ficando mais macio.

A suspensão traseira com sistema multilink e molas helicoidais e que trabalha em conjunto com um eixo rígido tem nova calibração para permitir a adoção das novas rodas aro 18 calçadas em pneus Bridgestone, para a versão LE.

Já a suspensão dianteira de arquitetura com braço duplo assistido por barra estabilizadora ganhou nova geometria. Com as novidades, transportar cargas na Nissan Frontier ficou ainda mais estável.

A picape passa a ser também a única do segmento a oferecer teto solar, diferencial que melhora a ventilação e o fluxo de ar, além da iluminação. E ganha, em todas as versões, o travamento automático das portas com o carro em movimento.

Os passageiros do banco traseiro também estão mais seguros com a adoção do cinto de três pontos para todos, além de seis airbags (na versão LE), sendo que dois são de cortina para a parte traseira. A Nissan Frontier passa a contar também com o sistema Isofix para a retenção de cadeiras infantis.

O sistema ABS para frenagem também foi modificado. Os freios e os cilindros traseiros estão maiores para tornar a reação do pedal mais rápida e eficiente em relação à desaceleração do carro.

Longe do atoleiro

A Nissan Frontier traz tecnologias de segurança como o Controle Inteligente de Descida (HDC) e o Sistema Inteligente de Partida em Rampa (HSA), que atuam automaticamente nos freios do veículo para controlar o carro sem sustos em descidas íngremes e saídas da imobilidade em aclives. Além disso, de acordo com a versão, o utilitário vem de série com sensor de estacionamento, luzes diurnas (DRL) nos faróis de LED e luz de freio de LED (CHMSL). Já o Vehicle Dinamic Control (VDC) reúne os controles eletrônicos de estabilidade e de tração para dar ainda mais tranquilidade e segurança à condução.

Outra tecnologia de última geração, que ajuda a aplicar maior força e poder à roda com mais aderência ao pavimento, é o limitador de diferencial (LSD). O sistema aumenta o controle do veículo, a estabilidade e evita que as rodas patinem. Se perceber que uma das rodas está deslizando, o LSD a freia automaticamente e manda a potência extra às rodas com mais tração.

Por falar em tração, o consagrado sistema Shift On The Fly evoluiu. Com opções de tração integral e reduzida, é acionado com o simples girar de uma manopla no painel com o carro em movimento até 100 km/h, em qualquer tipo de terreno.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?