Honda CB 250F Twister 2019 com novo design e mais segura

Tem novidades no mercado brasileiro de duas rodas e atinge a street de 250 cilindradas mais vendida do País. Isso mesmo, a Honda acaba de lançar a nova CB 250F Twister 2019, modelo que é a porta de entrada da consagrada família de nakeds da marca, reconhecida por sua esportividade e versatilidade.

Motos
2 anos atrás
Honda CB 250F Twister 2019 com novo design e mais segura

A nova motocicleta vem com design renovado, ainda mais marcante, e com novas cores – destaque para a exclusiva cor Laranja na versão ABS. Além disso, o modelo de entrada passa a contar com freios CBS (Combined Brake System), que ampliam a segurança de pilotagem.

Líder no segmento desde seu lançamento no Salão Duas Rodas em 2015, a CB Twister se destaca por oferecer características marcantes da família CB – performance, segurança e extrema facilidade de uso. Tais propriedades tornaram o modelo uma motocicleta versátil, que tanto pode atender aos anseios de motociclistas iniciantes, como também dos mais experientes.

Com tantos predicados, está explicada a quantidade de Twister que pode ser vista nas ruas de todos os estados do Brasil. Tanto em ruas, como estradas, a motocicleta atende todo os anseios e necessidades.

Preços e versões da CB Twister 2019

Os preços sugeridos, com base no Estado de São Paulo e não inclusos despesas de frete e seguro, são:
Honda CB 250F Twister ABS: R$ 14.990
Honda CB 250F Twister CBS: R$ 13.990

O modelo está disponível em toda rede de concessionários Honda em setembro com tem três anos de garantia sem limite de quilometragem e sete trocas de óleo.

Motor continua sendo destaque

Um dos destaques da CB Twister continua sendo o motor monocilíndrico 4 tempos arrefecido a ar de 249,5 cm3, com comando de válvulas simples no cabeçote (OHC – Overhead Camshaft) de quatro válvulas e alimentado pela injeção eletrônica de combustível PGM-Fi (Programmed Fuel Injection).

Com tecnologia bicombustível FlexOne, a máquina possibilita a potência máxima de 22,4 cv a 7.500 rpm quando abastecido com gasolina e 22,6 cv a 7.500 rpm alimentado com etanol. O torque é de 2,28 kgf.m a 6.000 rpm quando abastecido com etanol e 2,24 kgf.m a 6.000 rpm quando abastecido com gasolina.

A introdução do sistema de frenagem combinada CBS – Combined Brake System na versão de entrada da CB Twister 2019 valorizou de maneira importante o modelo, haja vista a grande parcela de motociclistas iniciantes que optam por começar ao guidão desta motocicleta.

Atraídos pela facilidade de uso que o modelo proporciona, os novatos têm no sistema de frenagem CBS um real facilitador de frenagens seguras e em espaços mais curtos. Na prática, o CBS corrige maus hábitos de frenagem, que privilegia o uso do freio traseiro em detrimento do dianteiro, invertendo assim a correta prioridade.

Esse atributo realmente chega para auxiliar quem começou a pilotar agora e qualquer deslize costuma pisar ou meter a mão no freio da moto, podendo resultar em uma queda.

Nas motocicletas dotadas do CBS, ao pressionar o pedal, parte da força de frenagem é enviada ao disco dianteiro. Deste modo, quando o motociclista age em ambos os comandos – pedal e manete – a redução da velocidade se dá de maneira mais homogênea e segura, em espaços menores e com menor possibilidade de desestabilização.

Na CB Twister em versão topo de linha, o sistema de freios é por ABS. O princípio de funcionamento é o de impedir o travamento das rodas em qualquer condição, tarefa essa atribuída a um conjunto de sensores que faz a leitura da velocidade das rodas e controla automaticamente a pressão do sistema hidráulico nas pinças de freio, mantendo o máximo poder de frenagem sem que isso resulte em travamento e perda de aderência dos pneus com o solo. Este sistema é o preferencial nas motocicletas mais potentes e que, equipando a Twister, proporciona ao condutor a máxima expressão da tecnologia em sistema de freios.

Conjunto alinhado e eficiente

Parte de toda esta tecnologia aplicada aos freios das Honda CB 250F Twister 2019 é o conjunto formado por chassi, suspensões, rodas e pneus: tubos de aço compõe o chassi em arquitetura tipo Diamond, na qual o motor é elemento estrutural. A ele estão vinculadas suspensões telescópica à frente e monoamortecida atrás, cuja particularidade é ter a mola dupla.

A opção por equipar a CB Twister com um conjunto no qual o amortecedor hidráulico traseiro é envolvido por duas, e não apenas uma única mola, foge do convencional da categoria e traz resultados superiores para fins de conforto, estabilidade e absorção de impactos.

Dotadas de especificações diferentes quanto à rigidez, as molas cumprem tarefas distintas: a maior destina-se a absorção das irregularidades de maior amplitude, enquanto a menor visa oferecer maior conforto e possibilidade de manter o pneu em constante contato com o solo, o que se traduz por dirigibilidade superior.

Pneus radiais de última geração contribuem para tornar a CB Twister referência em precisão direcional e maneabilidade. Pilotada com suavidade, destaca-se pelo conforto superior para condutor e passageiro, que desfrutarão de uma ergonomia atenta e adequada. Para pilotos que buscam emoção e maior prazer de pilotagem, a motocicleta também apresenta caráter esportivo marcante.

A modernidade de projeto da CB Twister é traduzida por detalhes como o conjunto traseiro, no qual lanterna e piscas são “full LED”, ou então pelo painel “black-out”, digno de motocicletas de alta cilindrada, e no qual na versão 2019 foram introduzidos dados sobre consumo médio e instantâneo.

Por falar em painel, tão logo a Twister foi apresentada já renovada, essa parte da moto foi o que mais chamou a atenção por passar a ser digital. Algo incomum em motocicletas desse porte até então. Na linha atual, ele recebeu inovações e continua sendo um charme a parte da moto.

A CB Twister ABS com a exclusiva cor Laranja se destaca pelas rodas na mesma cor, que remete à RC 213V pilotada por Marc Márquez no Mundial de MotoGP. A CB Twister vermelha pode ser escolhida com freios ABS ou CBS enquanto as cores prata metálico e branco vêm exclusivamente na versão de entrada, CBS.

Curiosidades da Honda Twister

A CBX 250 Twister foi uma motocicleta fabricada pela Honda no Brasil onde teve seu primeiro mercado, sendo posteriormente exportada e fabricada em outros países da América Latina.

A moto teve sua fabricação iniciada em abril de 2001, e foi criada para substituir a CBX 200 Strada, que deixou de ser fabricada no ano de 2002.

Em 2006 ela sofreu algumas pequenas modificações estéticas. Esta motocicleta também era vendida na Argentina e no México, além de ser exportada para alguns países da Europa, sob o nome de CBF 250, com pequenas modificações.

Ficha técnica da Twister

  • Cilindrada: 249.00 cc
  • Tipo de Motor: 4 tempos
  • Arrefecimento: Ar
  • Combustível: Gasolina
  • Potência Máxima: 24.00 cv a 8000 rpm
  • Torque Máximo: 2.48 kgf a 6000 rpm
  • Transmissão: 6 marchas
  • Injeção: Carburada
  • Partida: Elétrica
  • Chassi: Aço
  • Suspensão dianteira: Convencional
  • Ajuste da suspensão dianteira: Eletrônica
  • Suspensão traseira: MonoShock
  • Ajuste da suspensão traseira: Pré-carga
  • Balança: Convencional

 

Dimensões

  • Peso (seco): 139 kg
  • Peso em movimento: 0.00 kg (MVOM)
  • Comprimento: mm
  • Largura: 746 mm
  • Altura: 1057 mm
  • Altura do Banco: 782 mm
  • Distância entre Eixos: 1369 mm
  • Pneu Dianteiro: 100/80 – 17 M/C 52S
  • Pneu Traseiro: 130/70 – 17 M/C 62S

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?