Honda City, um médio dos melhores

O Honda City que passou por algumas mudanças para encarar Volkswagen Virtus e Fiat Cronos, mais dois concorrentes diretos da categoria.

Carros
2 anos atrás
Honda City, um médio dos melhores

Vendido em 55 países, o veículo japonês foi lançado oficialmente no Brasil em 2009, quando já estava em sua terceira geração. Então, para os brasileiros, o Honda City é um carro relativamente novo da montadora.

Em 2014, passou e receber atualizações todos os anos e as principais mudanças na linha 2018/2019 são visuais e a troca de uma versão. Sai a DX automática e entra a Personal.

O modelo utiliza a mesma base do Honda Fit, mas a Honda aumentou as dimensões dele desde 2015. O porta-malas ganhou mais 30L em sua capacidade, chegando a 536L.

Preços e versões

Em 2018, a Honda substituiu a antiga versão DX automática pela nova Personal. Ela é voltada ao público PcD e inclui, além da caixa CVT, controlador de velocidade e bancos traseiros rebatíveis.

DX 1.5 Flex R$ – 60.900,00
DX CVT/Personal – R$ 68.700,00
LX 1.5 CVT – R$ 72.500,00
EX 1.5 CVT – R$ 77.900,00
EXL 1.5 CVT – R$ 83.400,00

Honda City DX 1.5
Motor em alumínio 1.5 16V SOHC i-VTEC FlexOne
Transmissão manual de 5 velocidades
Rodas de Liga leve – aro 15″
Pneus 185/60R15
Estepe temporário
Direção com assistência elétrica progressiva
Suspensão dianteira MacPherson
Suspensão traseira Barra de torção
Apoio para o pé
Banco do motorista com regulagem de altura
Coluna de direção ajustável em altura
Pára-sois com espelho para motorista e passageiro
Porta-objetos nas portas dianteiras
Console central com porta-copos
Tomada 12 Volts
Encosto de cabeça para todos os ocupantes
Para-brisa degradê
Vidros verdes com filtro UV
Abertura do bocal de abastecimento com alavanca interna
Ar-condicionado manual
Áudio 2DIN (AM-FM/USB/bluetooth)

Alto-falantes: 2 (dianteiros)
Painel de instrumentos com computador de bordo multifunções
Vidros elétricos com função AUTO para as 4 portas
2 airbags (frontais)
Luzes de rodagem diurna em LED (DRL – Daytime Running lights)
Brake light
Freios dianteiros a disco e traseiros a tambor
Sistema de freios com ABS e EBD (Antilock Brake System/Electronic Brake Distribution)
Estrutura de deformação progressiva ACETM com barras de proteção lateral
Chave tipo canivete com controle de abertura/fechamento das portas
Sistema Immobilizer
Cintos de segurança traseiros de 3 pontos para todos os ocupantes
Aviso sonoro do cinto de segurança para motorista e passageiro
Sistema ISOFIX de fixação de cadeirinha infantis
Limpador de pára-brisa do tipo flat blade
Desembaçador do vidro traseiro
Pino de segurança para tapete do motorista
Trava de segurança central dos vidros dos passageiros
Trava de segurança nas portas traseiras
Travas elétricas com travamento automático acima de 15 km/h

DX CVT/Personal
Motor em alumínio 1.5 16V SOHC i-VTEC FlexOne
Potência (cv/rpm) – Gasolina/Etanol 115/6000 – 116/6000
Torque (kgf.m/rpm) – Gasolina/ Etanol 15.3/4800
Tração dianteira
Transmissão automática do tipo CVT
Rodas (pol) Aço – aro 15”
Pneus 185/60R15
Estepe temporário
Direção com assistência elétrica progressiva
Suspensão dianteira MacPherson
Suspensão traseira Barra de torção

Honda City LX
Principais itens da versão DX
Rodas (pol) Liga Leve – aro 16′
Direção com assistência elétrica progressiva (EPS)
Grade frontal cromada
Bancos traseiros rebatíveis, bi-partidos (60/40)
Descansa-braço traseiro com porta-copos (2)
Maçanetas internas cromadas
Porta-malas com iluminação interna com forração interna
Vidro do motorista com função 1 toque (subida e descida) e anti-esmagamento
Volante com ajustes do sistema de som
Alarme

Honda City EX
Principais itens da versão anterior
Transmissão automática do tipo CVT com Paddle Shift
Pneus 185/55 R16
Câmera de marcha a ré multivisão c/ guias fixas
Farol de neblina
Alto-falantes 4x
Ar-condicionado digital full touchscreen
Áudio com visor LCD de 5 polegadas (CD/AM-FM/USB/P2/bluetooth)
Bluetooth com comandos HFT (Hands Free Telephone) no volante
Piloto automático (Cruise Control)
Painel de instrumentos com computador de bordo multifunções
Tweeters 4x
Volante com ajustes do sistema de som

Honda City EXL
Principais itens da versão anterior
Acabamento da tampa do porta malas cromado
Acabamento das portas e transmissão em couro
Central Multimídia 7” multi-touchscreen com interface para smartphones Android Auto™ e Apple CarPlay
Porta-malas com iluminação interna com forração interna
Porta-revistas atrás do banco dianteiro do passageiro
Revestimento dos bancos em couro
6 airbags (frontais, laterais e de cortina)
Luzes de rodagem diurna em LED (DRL – Daytime Running lights)
Sistema Immobilizer
Aviso sonoro do cinto de segurança para motorista e passageiro
Retrovisor com rebatimento elétrico com acionamento interno e pela chave
Todas as versões contam com garantia de 3 anos sem limite de quilometragem válida na rede de concessionárias Honda.

Nova geração

A mais recente geração do Honda City possui novos designs de grade, para-choques, faróis e lanternas. A carroceria recebeu outros vincos e o interior foi redesenhado, ficando igual ao da nova geração do Fit.

Desde 2016, a versão de entrada do City conta com equipamentos adicionais, como ajuste de profundidade no volante, luzes brancas no painel de instrumento e em seus comandos, retrovisores na mesma cor da carroceria e para-brisa com efeito degradê.

As primeiras impressões deixam claras que a renovação do City é mais estética e está concentrada na dianteira.

Os faróis ganharam luzes diurnas de led e agora estão integrados à grade, que passou a ser cromada e com novo desenho.

O modelo ganhou novos para-choques, na dianteira e traseira, que dão um aspecto mais esportivo. A grade dianteira também é nova, com o detalhe cromado mais fino para destacar o logotipo da marca.

Outra mudança do novo carro está nas rodas de liga leve que também são novas.

O Honda City está disponível nas seguintes cores:

Azul boreal metálico
Preto Cristal Perolizado
Branco Tafetá Sólido
Branco estelar perolizado
Cinza Barium Metálico
Prata Platinum Metálico

Por dentro do City

O sedan continua sendo ideal para viagens, já que acomoda confortavelmente cinco passageiros para aproveitar ao máximo o seu veículo em todas as situações.

O Honda City possui painel com apliques metalizados de tonalidade tungstênio e parte central em preto brilhante nas versões EX e EX-L.

Agora renovado, o quadro de instrumentos continua com três mostradores circulares com iluminação dos aros por LEDs azuis e dois vincos com tonalidade, chama atenção, mudando para verde quando o veículo está em condição de consumo eficiente.

Além disso, econômetro, nível de combustível, hodômetro, autonomia, consumo, entre outros, estão presentes num display digital. O volante de três raios das versões EX e EX-L possui comandos para computador de bordo, mídia e telefonia, bem como paddle shifts, acabamento metalizado e revestimento em couro.

Motores e Potência

O motor flex do novo City é 1.5 16V, proporcionando uma potência de 115cv com gasolina e 116cv com etanol. O torque é de 15,3 kgfm com 4.800 rpm.

A versão de entrada possui opção de câmbio manual com 5 marchas, mas todas as versões possuem transmissão automática do tipo CVT com Paddle Shifts.

Ficou faltando

Comum de acontecer na reestruturação de um carro, alguns itens ficaram faltando no City. Já obrigatório no Brasil, o controle de estabilidade e tração, disponível até em modelos populares, não fói incluído no pacote de mudanças do novo City 2018.

Além do controle de estabilidade e tração, chamado de VSA nos modelos da Honda, o novo City segue sem modo Eco, chave presencial e partida por botão, itens disponíveis em outros Países.

Como é comum em outros modelos japoneses, o sensor de estacionamento também não é oferecido em nenhuma versão.

Ficha técnica

O sedan da Honda sai de fábrica sempre equipado com motor 1.5 i-VTEC FlexOne de 115/116 cavalos de potência a 6.000 rpm e 15,2/15,3 kgfm a 4.800 rpm (gasolina/álcool). Direção com assistência elétrica de série em todas as versões.

Velocidade máxima (km/hora) – 175
Aceleração 0-100 km/h (segundos) – 11,3
Comprimento (mm) 4.455
Altura (mm) 1.485
Distância entre eixos (mm) 2.600
Largura (mm) 1.695
Peso Bruto Total (Kg) MT/CVT 1520
Massa em ordem de marcha (Kg) MT/CVT 1135
Capacidade do tanque de gasolina (L) 46
Volume do porta-malas (L) 485+51=536¹

Avaliações

Proprietários do Honda City fala dos prós e contras do carro. São mais elogios do que críticas, mas melhorias foram cobradas.

“Tenho um EXL 2015 que foi meu primeiro Honda. O carro é muito bom, mas pelo preço, precisa melhorar seus acessórios interno. Itens que outras marcas já possuem e deixam seus proprietários estão muito felizes e o Honda City ainda não tem”, comparou Clara Junqueira.

Já João Matheus que também possui um modelo 2015 espera trocar por um modelo mais novo esse ano. “Adoro meu City e quero comprar um novo até o final de 2018. Os carros da Honda são muito bons e esse com modelo não é diferente”, declarou.

Mercado do Honda City

Quando se tem prestigio, seja pela marca, conceito ou outro quesito, as montadoras se beneficiam desfrutam de certo privilégio em razão da a qualidade dos seus produtos.

No Brasil, a japonesa Honda, certamente, é uma prestigiada montadora de carros. Pelo País, seus carros são famosos por serem muito resistentes, de ótimo acabamento, estilosos e ter um baixo custo de manutenção.

Modelo como o Honda City, mesmo sendo apelidado de ‘miniatura do Civic” pode até não oferecer uma grande variedade de equipamentos e acessórios, contudo, só por pertencer a essa montadora, mantém um público fiel até os dias atuais. Eles não decepcionam nas vendas e são considerados carros bom de mercado.

Mesmo com essa comparação de ser inferior ao irmão maior, não significa estar totalmente abaixo. Na maioria das versões, o Honda City possui os mesmo acessórios e equipamentos do que o Civic, e com uma vantagem: custa em torno de 15% menos no preço de compra.

Assim, o City é uma ótima opção de sedan médio, com muito dos aparatos que o Honda Civic. Nunca é demais lembrar que tudo isso por, mais ou menos, 15% a menos do valor.

Portanto, se comprar um modelo desses vale a pena para qualquer pessoa e satisfaz em muitos quesitos, vender não é uma tarefa difícil.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?