Jeep Compass 2019, mais equipamentos, mais estilo

Com a lista de equipamentos mais recheada, o Jeep Compass, SUV mais vendido do Brasil, entra na linha 2019 oferecendo ainda mais tecnologia e estilo, para continuar no topo. O veículo, aliás, desde seu lançamento, dita um novo rumo para a categoria dos SUVs médios com um projeto de classe mundial.

Carros
2 anos atrás
Jeep Compass 2019, mais equipamentos, mais estilo

O veículo produzido no Brasil, oferece ao consumidor um conjunto único de itens de segurança, que inclui controle de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC), monitoramento de mudança de faixa (LDW) e aviso/prevenção de colisão frontal (FCWp), entre outros.

Agora, cada uma das versões recebeu mais itens de série e há novas rodas e cores. O carro mantém dois competentes powertrains, 2.0 Flex de até 166 cv com câmbio automático de seis marchas e o 2.0 Diesel de 170 cv com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4 – este com motor e transmissão exclusivos no segmento.

A atualização nas listas de equipamentos alcançou a configuração inicial, Sport Flex, que passa a sair de fábrica com maçanetas e capas dos espelhos retrovisores pintados na cor da carroceria e novo desenho para as rodas de liga leve de 17 polegadas.

As versões seguintes, Longitude Flex e Diesel, agora contam com a tela colorida de 7” no quadro de instrumentos, retrovisores externos com rebatimento elétrico e novas rodas de aro 18”.

Também disponível com os dois conjuntos mecânicos, o Jeep Compass Limited ganhou o sistema de estacionamento semiautônomo Park Assist, partida remota do motor pela chave e as rodas de 19” viraram padrão.

A opção Trailhawk continua sendo a mais off-road da linha e também recebeu o Park Assist e a partida remota, além do teto preto.

Preços e versões do Compass

A gama do Compass ficou ainda mais completa com a entrada da configuração Limited Diesel. Ela chega para ser uma alternativa mais sofisticada dentro da linha equipada com o motor 2.0 MultiJet II, de 170 cv e 35,7 kgfm e a transmissão de nove velocidades. Ao lado do Compass Trailhawk, com toda sua vocação para o off-road, essa nova opção forma uma dupla de versões de topo.

  • Sport 2.0 Flex AT6 – R$ 111.990
  • Longitude 2.0 Flex AT6 – R$ 124.990
  • Limited 2.0 Flex AT6 – R$ 142.490
  • Longitude 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 151.990
  • Limited 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 171.490
  • Trailhawk 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 171.490

Tecnologia autônoma mais acessível

O Jeep Compass não é líder de vendas à toa. O SUV, além de estar comandando o ranking de vendas, também se destaca em tecnologias avançadas de assistência à direção, chegando ao nível 1 de condução autônoma. Não existe outro veículo fabricado no Brasil com tantos recursos disponíveis como o já citado Park Assist que passa a ser de série nas versões de topo e outros muito importantes.

Mais precisamente, controle de velocidade adaptativo (ACC), alerta de colisão com frenagem automática (FCW+) e monitoramento de mudança de faixa com correção ativa (Lane Sense), que fazem parte do kit opcional High Tech – disponível para as versões Limited e Trailhawk –, que ficou mais acessível.

No Compass Trailhawk, por exemplo, o pacote custava R$ 15.650 e agora está saindo por R$ 8.700. E ele ainda inclui bancos dianteiros elétricos, som premium Beats e porta-malas com abertura e fechamento elétricos.

Inspirado no ícone Grand Cherokee, o estilo do Compass está ainda mais atraente não apenas pelas rodas novas. A carroceria tem duas novas cores que destacam a elegância do SUV médio da Jeep: Jazz Blue e Billet Silver. E por dentro, as versões Sport, Longitude e Trailhawk exibem novo acabamento, com vários detalhes escuros, como as molduras da central multimídia e saídas de ar centrais e da alavanca do câmbio.

A tela configurável de TFT no quadro de instrumentos apresenta quase duas dezenas de informações do computador de bordo e de outros sistemas, a exemplo de áudio, navegação GPS, telefonia e recursos de segurança.

Ela pode ser colorida e de 7 polegadas, destacando ainda mais o refinamento interno. Tudo acionado por botões no raio esquerdo do volante, que também abriga comandos do controle de velocidade de cruzeiro (incluindo ACC, quando equipado), do limitador de velocidade e de áudio. O bem-estar a bordo pode ser ampliado com bancos elétricos para motorista (8 direções) e passageiro (4).

Todo Jeep Compass terá o prático e eficiente sistema multimídia Uconnect com tela de toque, navegador GPS embutido, câmera de ré e conexões Bluetooth e USB, sendo que já a partir da versão Longitude, o monitor é colorido de 8,4 polegadas, com funções extras como controle do ar-condicionado e comandos de voz ainda mais avançados. A qualidade de áudio fica ainda melhor com o som opcional da renomada marca Beats, de 506 Watts de potência, 9 alto-falantes e subwoofer.

O pacote de série de segurança inclui, entre outros itens, controle eletrônico de estabilidade (ESC), sistema anticapotamento (ERM), sistema de monitoramento de pressão de pneus (TPMS), controle de velocidade de cruzeiro, controle de partida em subida, assistente de partida em rampa (HSA), freios a disco nas quatro rodas com ABS, três pontos de fixação de cadeiras infantis Isofix, repetidores de direção nos retrovisores externos, faróis de neblina com função cornering (acende do lado que se esterça em manobras ou em baixas velocidades) e direção de torque dinâmico (DST), que induz o condutor a virar o volante corretamente em uma situação de perda de aderência.

Entre os opcionais para as versões Sport e Longitude (de série para Limited e Trailhawk) há mais dois air bags laterais, dois de cortina e um para os joelhos do motorista, totalizando sete bolsas quando somadas às duas frontais obrigatórias. Mas o maior destaque é o conjunto de recursos que faz o Jeep Compass atingir um patamar inédito entre os veículos nacionais.

Ele é formado pelo controle de adaptativo de velocidade (ACC), monitoramento de mudança de faixa (LDW), farol alto automático (AHB) e aviso e prevenção de colisão frontal (FCWP), que engloba frenagem automática. Outro item de alta tecnologia é o sistema de estacionamento automático, o Park Assist, que opera em vagas paralelas e perpendiculares.

Mecânica cada vez mais avançada

Com mecânica cada vez mais avançada, o Compass se destaca pela atualidade e variedade. As versões são equipadas com o motor 2.0 Tigershark flexível, que trabalha em harmonia com um câmbio automático de 6 marchas e tração 4×2. Outras configurações do novo SUV serão impulsionadas pelo consagrado propulsor turbo 2.0 Multijet II, único diesel do segmento, cuja força é distribuída por uma transmissão automática de 9 marchas e pela tração 4×4 Jeep Active Drive Low, a mais avançada da categoria.

Independente do motor, o Jeep Compass entrega ótimo rendimento. As versões compostas pelo propulsor 2.0 Tigershark flexível terão à disposição até 166 cv de potência e 20,5 kgfm de torque. Tal força será distribuída às rodas dianteiras pelo câmbio automático de 6 marchas, com aletas atrás do volante já a partir da opção Longitude.

Quando é levado pelo motor 2.0 Multijet II turbo diesel, o novo SUV médio da Jeep tem uma caixa automática de 9 marchas – sempre com aletas atrás do volante – e tração 4×4 Jeep Active Drive Low. Esse sistema vai trabalhar com o poderio de 170 cv e 35,7 kgfm – número que representa o maior torque da categoria, com 80% (28,5 kgfm) já disponível a baixas 1.500 rpm. Com isso, o Jeep Compass proporciona não somente ótimas arrancadas e retomadas, como alta economia de combustível.

Com função 4WD Low (reduzida), a tração Jeep Active Drive Low presente nas configurações a diesel do Jeep Compass é responsável também pelo melhor desempenho off-road do segmento. Ela acompanha o sistema Selec-Terrain, único na categoria, que prepara o veículo para lidar da melhor forma possível com o piso.

Basta girar o seletor no console central e o conjunto mecânico se adapta aos modos Snow (neve, para terrenos escorregadios), Sand (areia), Mud (lama) e Rock (pedra), este último exclusivo da versão Trailhawk. Ou então o Compass faz tudo sozinho no modo Auto.

Vale ressaltar ainda que a capacidade fora-de-estrada do Jeep Compass no modelo Trailhawk é elevada a uma potência maior com as seguintes alterações: suspensão 2 cm mais alta, pneus especiais de uso misto, placas extras de proteção sob a carroceria e o adesivo preto fosco no centro do capô.

Ao contrário do que se pode imaginar, ele tem uma função prática, a de eliminar o ofuscamento do motorista, cortando reflexos indesejados do sol ou outra fonte externa de luz. Por tudo isso, essa versão recebe o selo Trail Rated 4×4, provando que o veículo superou critérios da Jeep para cinco quesitos: articulação, distância do solo, manobrabilidade, transposição na água (no caso, até 48 cm) e tração.

Design mantém a autenticidade Jeep

Autêntico e incomparável, o Compass tem linhas expressivas, de grande atitude e com excepcionais proporções. O SUV é imediatamente reconhecível como um Jeep, não apenas pelas características típicas (grade de sete fendas e para-lamas de contornos trapezoidais), mas também por traços que remetem a modelos mais sofisticados da marca, notadamente o Grand Cherokee.

Os conjuntos óticos contam com assinaturas de LEDs tanto na dianteira como na traseira – de série desde a versão inicial. A iluminação frontal é completada por luzes diurnas e faróis de neblina, também itens presentes em todas as configurações do novo Jeep, e por projetores do tipo canhão, que podem ser de xenon (Trailhawk e Limited).

Internamente, o Compass apresenta materiais e acabamento sem igual no segmento, tornando muito acolhedora a espaçosa cabine, sem perder de vista a funcionalidade inerente aos produtos da marca Jeep. A porção central do painel confere um aspecto “musculoso” e mostra a inspiração no tronco do corpo humano.

A ideia se completa com o revestimento suave ao toque na cobertura do painel, representando a textura da pele. Há ainda detalhes refinados com acabamento cinza escuro ou “piano black”, de acordo com a versão.

Ficha técnica do Jeep Compass

  • Motor: 2.0 16v Multijet – Diesel
  • Portas: 4 Portas
  • Transmissão: AT9 – Câmbio Automático de 9 marchas
  • Aceleração: 16,5
  • Alimentação: Injeção direta – Multijet II
  • Velocidade Máxima: 189 km/h (e) / 183 km/h (g)
  • Cilindrada: 1956 cm3
  • Potência: 125 cv (de) – 3.7500 rpm
  • Torque: 35,69 (d) – 1.750 rpm
  • Freios Dianteiros: Disco Ventilado com pinça flutuante
  • Freios Traseiros: Disco sólido com pinça flutuante
  • Comprimento: 4394 mm a 4398 mm
  • Largura: 2033 mm
  • Altura: 1.629,7 mm a 1659,9 mm
  • Distância entre eixos: 2636 mm
  • Peso: 1523 kg
  • Carga Útil: 400 kg
  • Porta – Mala: 410 l
  • Direção: Hidráulica
  • Pneus; 215/65 R16 98h (7J x 17 h2 et40)
  • Tanque de Combustível: 60 l

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?