Jeep Compass 2020, 150 mil motivos para celebrar

O Jeep Compass é mais um a chegar na linha 2020 com novidades. O SUV mais vendido do Brasil por dois anos seguidos (2017 e 2018) agora já são mais de 150 mil unidades emplacadas desde outubro de 2016, quando o País foi o primeiro país a fabricar e a vender o modelo.

Carros
1 ano atrás
Jeep Compass 2020, 150 mil motivos para celebrar

Neste novo ano/modelo, o Compass ganhou acréscimos nas listas de itens de série em todas as versões, reforçando uma de suas características principais, a de ser muito bem equipado.

Preços e versões

As seis versões já estão à venda nas 191 concessionárias da marca.

Sport 2.0 Flex AT6 – R$ 116.990
Longitude 2.0 Flex AT6 – R$ 132.990
Limited 2.0 Flex AT6 – R$ 149.990
Longitude 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 161.990
Limited 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 181.990
Trailhawk 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 181.990
Compass Série S Diesel 4×4 – R$ 195.990

Praticidade e conforto

Para oferecer mais praticidade e conforto, o Jeep Compass Sport passa a ter o sistema de entrada e partida sem chave (Keyless Entry’N’Go), acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. Entre os extras, a opção de entrada do modelo teve um aumento na paleta de cores com a chegada da pintura perolizada Branco Polar, a mais procurada pelos compradores do Compass.

Um degrau acima, as duas configurações Longitude (Flex e Diesel), que representam o maior volume das vendas, receberam retrovisor interno eletrocrômico, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva.

A partir deste momento, o Compass Longitude conta com um novo opcional, o sistema de estacionamento Park Assist, espalhando mais pela linha os auxílios à condução, ratificando o Jeep Compass como o veículo nacional com maior conteúdo de tecnologias semiautônomas.

A Série S, o topo da gama, já sai de fábrica com o pacote High Tech, formado por aviso de colisão frontal com frenagem automática (FCW+), monitoramento de mudança de faixa (Lane Sense), controle adaptativo de velocidade (ACC) e comutação automática do farol alto. Mesmo essa configuração evoluiu em conteúdo, com o teto solar Command View entre os equipamentos padrão.

Abaixo do Jeep Compass S, não dá para esquecer das versões Limited (Flex e Diesel) e Trailhawk, que evidenciam ainda mais a sofisticação do modelo. Graças à inclusão – na relação dos itens de série – do banco do motorista com ajuste elétrico em oito direções. Ambos continuam a oferecer o conjunto High Tech como opcional.

Linha completa

Com a lista de equipamentos mais recheada, a linha 2019 do Jeep Compass oferece ainda mais tecnologia e estilo, para continuar no topo. O veículo, aliás, desde seu lançamento, dita um novo rumo para a categoria dos SUVs médios com um projeto de classe mundial.

O veículo produzido no Brasil, oferece ao consumidor um conjunto único de itens de segurança, que inclui controle de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC), monitoramento de mudança de faixa (LDW) e aviso/prevenção de colisão frontal (FCWp), entre outros.

Agora, cada uma das versões recebeu mais itens de série e há novas rodas e cores. O carro mantém dois competentes powertrains, 2.0 Flex de até 166 cv com câmbio automático de seis marchas e o 2.0 Diesel de 170 cv com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4 – este com motor e transmissão exclusivos no segmento.

A atualização nas listas de equipamentos alcançou a configuração inicial, Sport Flex, que passa a sair de fábrica com maçanetas e capas dos espelhos retrovisores pintados na cor da carroceria e novo desenho para as rodas de liga leve de 17 polegadas.

As versões seguintes, Longitude Flex e Diesel, agora contam com a tela colorida de 7” no quadro de instrumentos, retrovisores externos com rebatimento elétrico e novas rodas de aro 18”.

Também disponível com os dois conjuntos mecânicos, o Jeep Compass Limited ganhou o sistema de estacionamento semiautônomo Park Assist, partida remota do motor pela chave e as rodas de 19” viraram padrão.

A opção Trailhawk continua sendo a mais off-road da linha e também recebeu o Park Assist e a partida remota, além do teto preto.

Mecânica cada vez mais avançada

Com mecânica cada vez mais avançada, o Compass se destaca pela atualidade e variedade. As versões são equipadas com o motor 2.0 Tigershark flexível, que trabalha em harmonia com um câmbio automático de 6 marchas e tração 4×2.

Outras configurações do novo SUV serão impulsionadas pelo consagrado propulsor turbo 2.0 Multijet II, único diesel do segmento, cuja força é distribuída por uma transmissão automática de 9 marchas e pela tração 4×4 Jeep Active Drive Low, a mais avançada da categoria.

Independente do motor, o Jeep Compass entrega ótimo rendimento. As versões compostas pelo propulsor 2.0 Tigershark flexível terão à disposição até 166 cv de potência e 20,5 kgfm de torque. Tal força será distribuída às rodas dianteiras pelo câmbio automático de 6 marchas, com aletas atrás do volante já a partir da opção Longitude.

Quando é levado pelo motor 2.0 Multijet II turbo diesel, o novo SUV médio da Jeep tem uma caixa automática de 9 marchas – sempre com aletas atrás do volante – e tração 4×4 Jeep Active Drive Low. Esse sistema vai trabalhar com o poderio de 170 cv e 35,7 kgfm – número que representa o maior torque da categoria, com 80% (28,5 kgfm) já disponível a baixas 1.500 rpm. Com isso, o Jeep Compass proporciona não somente ótimas arrancadas e retomadas, como alta economia de combustível.

Com função 4WD Low (reduzida), a tração Jeep Active Drive Low presente nas configurações a diesel do Jeep Compass é responsável também pelo melhor desempenho off-road do segmento. Ela acompanha o sistema Selec-Terrain, único na categoria, que prepara o veículo para lidar da melhor forma possível com o piso.

Basta girar o seletor no console central e o conjunto mecânico se adapta aos modos Snow (neve, para terrenos escorregadios), Sand (areia), Mud (lama) e Rock (pedra), este último exclusivo da versão Trailhawk. Ou então o Compass faz tudo sozinho no modo Auto.

Vale ressaltar ainda que a capacidade fora-de-estrada do Jeep Compass no modelo Trailhawk é elevada a uma potência maior com as seguintes alterações: suspensão 2 cm mais alta, pneus especiais de uso misto, placas extras de proteção sob a carroceria e o adesivo preto fosco no centro do capô.

Ao contrário do que se pode imaginar, ele tem uma função prática, a de eliminar o ofuscamento do motorista, cortando reflexos indesejados do sol ou outra fonte externa de luz. Por tudo isso, essa versão recebe o selo Trail Rated 4×4, provando que o veículo superou critérios da Jeep para cinco quesitos: articulação, distância do solo, manobrabilidade, transposição na água (no caso, até 48 cm) e tração.

Ficha técnica

  • Motor: 2.0 16v Multijet – Diesel
  • Portas: 4 Portas
  • Transmissão: AT9 – Câmbio Automático de 9 marchas
  • Aceleração: 16,5
  • Alimentação: Injeção direta – Multijet II
  • Velocidade Máxima: 189 km/h (e) / 183 km/h (g)
  • Cilindrada: 1956 cm3
  • Potência: 125 cv (de) – 3.7500 rpm
  • Torque: 35,69 (d) – 1.750 rpm
  • Freios Dianteiros: Disco Ventilado com pinça flutuante
  • Freios Traseiros: Disco sólido com pinça flutuante
  • Comprimento: 4394 mm a 4398 mm
  • Largura: 2033 mm
  • Altura: 1.629,7 mm a 1659,9 mm
  • Distância entre eixos: 2636 mm
  • Peso: 1523 kg
  • Carga Útil: 400 kg
  • Porta – Mala: 410 l
  • Direção: Hidráulica
  • Pneus; 215/65 R16 98h (7J x 17 h2 et40)
  • Tanque de Combustível: 60 l

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?