MINI Cabrio, bela história para contar

A sensação de dirigibilidade a céu aberto pode ser sentida acompanhada de tecnologia ao dirigir a atual geração do MINI Cabrio, o conversível mais carismático e tecnológico do segmento compacto premium mundial.

Carros
2 anos atrás
MINI Cabrio, bela história para contar

Visto nas ruas das principais metrópoles do mundo, inclusive por aqui, no Brasil, o carisma dele não se deve, simplesmente, ao design inconfundível e sim a sua qualidade premium e funcionalidade inteligente que ressaltam instantaneamente o seu estilo individual.

Esse é o sentimento desde o momento que ganhou as ruas do Reino Unido, em meados de 1993, quando o MINI Cabrio confirmou a sua reputação de legítimo representante da marca ao mesmo tempo que evidenciava o caráter de exclusividade e a dirigibilidade a céu aberto.

Preços e versões

A geração atual é composta por três versões. Confira quanto custa e o que cada uma oferece:

MINI Cooper Cabrio – R$ 146.990
Esta opção vem equipada com ar-condicionado automático digital dual-zone, volante esportivo multifuncional revestido com couro, rodas de liga leve Cosmos Spoke, de 17 polegadas e calçadas com pneus Runflat; bancos dianteiros esportivos e revestidos em lethearette; sensor de estacionamento traseiro; e controle de cruzeiro com função freio. A lista inclui ainda MINI Excitement Package com iluminação nas maçanetas, luzes de ambiência e projeção do logo da MINI no piso; Pacote Connected Media com Chamada de Emergência Inteligente, MINI Connected, Serviços de ConnectedDrive, Serviços Remotos e Teleservices

MINI Cooper S Cabrio (R$ 176.990)
Esta versão conta com assentos dianteiros esportivos e revestidos com couro, rodas de liga leve Propeller Spoke, de 17 polegadas, calçadas com pneus runflat; ajuste eletrônico de amortecimento; ar-condicionado digital automático dual-zone; faróis adaptativos de LED; MINI Driving Modes; MINI Excitement Package, com iluminação nas maçanetas, luzes de ambiência e projeção do logo MINI no piso; e MINI Head-Up Display.

O veículo traz ainda Pacote Connected Navigation Plus com Apple CarPlay, Interface Bluetooth Hands Free, Chamada de Emergência Inteligente, MINI Touch Controller, Sistema de Navegação MINI com RTTI (informação de trânsito em tempo real), Serviços ConnectedDrive, Serviço de Concierge MINI, Serviços Remotos, tela multimídia sensível ao toque de 8,8 polegadas, Teleservices, sensor de estacionamento com câmera de ré, sistema de áudio Hi-Fi Harman/Kardon, além de superfícies internas iluminadas em MINI Yours Piano Black.

MINI John Cooper Works Cabrio (R$ 196.990)
A opção top de linha do MINI Cabrio vem com assentos esportivos John Cooper Works, com ajuste de altura dos assentos dianteiros; rodas pretas John Cooper Works Track Spoke, de 17 polegadas; ajuste eletrônico de amortecimento; ar-condicionado digital automático dual-zone; controle de cruzeiro com função de freio; faixas esportivas John Cooper Works no capô; faróis adaptativos de LED; MINI Driving Modes;

MINI Excitement package com iluminação nas maçanetas, luzes de ambiência e projeção do logo MINI no piso; volante John Cooper Works revestido com couro e MINI Head-Up Display. O conversível vem também com Pacote Connected Navigation Plus, incluindo Apple CarPlay, Interface Bluetooth Hands Free, Chamada de Emergência Inteligente, MINI Touch Controller, Sistema de Navegação MINI com RTTI (informação de transito em tempo real), Serviços ConnectedDrive, Concierge, Serviços Remotos, Tela multimídia sensível ao toque de 8,8 polegadas, Teleservices, sensor de estacionamento com câmera de ré; sistema de áudio Hi-Fi Harman/Kardon; e superfícies internas iluminadas em MINI Yours Piano Black.

Dirigindo ao ar livre

Outra especialidade do Mini Cabrio é a possibilidade de dirigir ao ar livre. Após três décadas desde o surgimento do primeiro Mini, um conversível baseado no modelo clássico finalmente surgiu em 1991 graças à iniciativa da concessionária Mini Lamm, da cidade alemã de Kappelrodeck.

Beneficiada por uma estrutura reforçada e um subchassi integrado, a qualidade do trabalho de conversão da carroceria impressionou os responsáveis pela matriz da Rover, a fabricante do Mini clássico, no Reino Unido. Como resultado, a empresa decidiu produzir uma série de 75 exemplares do Mini Cabrio, apenas para o mercado britânico.

Posteriormente, o Mini Cabrio clássico foi desenvolvido pela Rover Special Products, em parceria com a Karmann (Alemanha), sendo apresentado ao público, pela primeira vez, no British Motor Show, realizado em Birmingham, em outubro de 1992. Logo depois, o conversível entraria em produção na fábrica de Longbridge, no Reino Unido.

Ao todo, 1.081 exemplares do clássico Cabrio foram produzidos até agosto de 1996, e que, mais tarde, acabaram se tornando raridades altamente cobiçados. Para-choques dianteiro e traseiro específicos para o modelo, arcos das rodas alargados e adereços nos frisos da soleira conferiram-lhe uma aparência exclusiva.

O interior, por sua vez, trazia uma alavanca de câmbio de nogueira, volante de couro e tapete de veludo. A versão com teto destacável do clássico Mini era oferecida com duas opções de pintura: Vermelho Nightfire, com capota vermelha, ou azul Caribe, com teto cinza.

O modelo era disponibilizado apenas com motor de quatro cilindros e 63cv, o mesmo usado no Mini Cooper e assegurava fôlego de sobra. A versão conversível vinha com teto flexível operado manualmente, enquanto um mecanismo elétrico de abertura da capota era oferecida como equipamento opcional.

Após o relançamento da marca, em 2000, os admiradores da condução ao ar livre tiveram de esperar relativamente pouco para a estreia de uma opção conversível.

Conversível repaginado

O MINI Cabrio foi apresentado à imprensa e ao público, pela primeira vez, em 2004, durante o Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça. Ele foi lançado no mercado europeu em três versões – MINI One Cabrio, MINI Cooper Cabrio e MINI Cooper S Cabrio.

Entre as novidades da ocasião, além dos novos para-choques dianteiros e traseiros, diferenciados em relação ao MINI Hatch convencional, a gama de cores externas disponibilizada para o modelo contava com 10 tonalidades diferentes.

Estilo peculiar, detalhes inteligentes

No MINI Cabrio da primeira geração, por exemplo, o teto retrátil, com seu mecanismo de abertura eletro-hidráulico poderia ser totalmente aberto com o apertar de um botão ou parcialmente recuado, na parte dianteira, em 40 centímetros. A partir de então, esta função possibilitou a abertura da capota a velocidades de até 120 km/h.

O MINI Cabrio também é, desde sempre, igualmente versátil quando o assunto é acomodar objetos no porta-malas. O acesso ao compartimento é facilitado pela tampa traseira, de abertura reclinável, e pelo Easy Load System, um conjunto de suportes e apoios que sustentam o vidro traseiro em posição inclinada e o encosto do banco traseiro rebatível, aumentando a abertura do bagageiro. Com um leque tão diversificado de atributos, o MINI Cabrio logo se tornou um sucesso global.

Segunda geração: história de sucesso

A segunda geração do Cabrio foi revelada no Salão de Detroit de 2009, ano que marcou o 50º aniversário da MINI. Com aprimoramentos no design e que refletiam um estilo ainda mais esportivo, motores mais potentes e eficientes, um interior de qualidade premium ainda mais refinado, uma configuração otimizada e inúmeros recursos de equipamentos inovadores, o novo MINI Cabrio preservava a história de sucesso de seu antecessor.

Barras de proteção, de seção única, quase invisíveis, e que irrompiam apenas em caso de risco de capotamento, combinada à maior rigidez da carroceria, mostraram um progresso adicional no campo da segurança. A capota de tecido de alta qualidade também apresentava propriedades acústicas aprimoradas, bem como a janela traseira de vidro e dotada de aquecimento. O teto podia ser aberto e fechado em 15 segundos, a velocidades de até 30 km/h.

Outro equipamento de destaque desta geração do Cabrio foi o Always Open Timer, um temporizador capaz de medir o tempo de deslocamento com o teto aberto. A função de abertura deslizante da capota foi mantida, assim como o Easy Load System. A tampa traseira passava a vir com dobradiças internas e o volume de armazenamento do bagageiro foi ampliado de 125 para 170 litros, com o teto recolhido, e 660 l com a capota fechada.

A gama de motores também foi significativamente expandida. Passaram a oferecer três unidades a gasolina, de 98cv, 122cv e 184cv, e duas a diesel, de 112cv e 143cv; além da opção top de linha MINI John Cooper Works Cabrio, a gasolina, capaz de entregar 211cv. Todos os motores estavam combinados a uma transmissão manual de seis marchas de série, enquanto um câmbio automático de seis velocidades era oferecido como opcional.

Geração atual

Em março de 2018, o novo MINI Cabrio foi lançado no mercado europeu com novas atualizações de design e tecnologia. Além do teto de acionamento totalmente elétrico, cada MINI Cabrio vem com faróis e lanternas equipados com LEDs, Controle de Distância de Estacionamento Traseiro (PDC), tela de 6,5 polegadas, chamada de emergência inteligente (E-call), rádio digital e conectividade Bluetooth entre outros itens de série.

Atualmente, o MINI Cabrio é oferecido em cinco opções de motorização – One, Cooper, Cooper S, Cooper D e Cooper SD – equipadas com motores de 3 ou 4 cilindros, movidos a gasolina ou diesel, e associadas a transmissões automáticas ou manuais de seis, sete ou oito marchas. O tempo de abertura da capota que é de 18 segundos.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?