Mobi é o carro PcD mais barato do Brasil

Mais acessível do que antigamente, os veículos que atendem o público PcD, Pessoa com Deficiência, também passou a ser priorizado pelas montadoras e cada vez mais modelos são oferecidos.

Carros
1 ano atrás
Mobi é o carro PcD mais barato do Brasil

O interesse por carros que atendam essa categoria tem uma explicação. De acordo com dados da Abridef, Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva, as vendas de veículos com isenção passaram de cerca de 42 mil unidades em 2012 para 84 mil em 2014, 187,5 mil em 2017 e devem ultrapassar os 250 mil carros em 2018.

Porém, em alguns casos, mesmo com as isenções obrigatórias oferecidas, o valor ainda não é tão acessível quanto parece. Mas pesquisar é a alma do negócio e a Fiat passou a oferecer vários modelos pensados em versão PcD. O Mobi, por exemplo, devido ao seu projeto moderno, foi o escolhido em 2017 para receber pela primeira vez na história da marca brasileira a combinação de motor 1.0 com câmbio automatizado. O Mobi Drive GSR 1.0, assim, se tornou o carro mais acessível entre as opções com esse tipo de transmissão do mercado.

Preço com isenção

Para continuar oferecendo opções, agora o Fiat Mobi Drive GSR passa a oferecer ainda mais desconto para os clientes que se encaixam na categoria PCD.

Para eles, o Mobi Drive GSR 1.0 passa a custar R$ 35.990, 24% menos do que o preço público sugerido do modelo (R$ 47.590) e 7% mais barato do que com a tradicional isenção de IPI e ICMS (R$ 38.766), aumentando a competitividade da versão e gerando uma ótima oportunidade para os consumidores que se enquadram nesse grupo.

No caso do Mobi Easy com isenções pode custar R$ 25.799, preço abaixo de qualquer outro modelo no país

Esses consumidores podem obter desconto no IPI e isenção do ICMS em modelos feitos no Mercosul com preço de até R$ 70 mil.

Outro modelos

Na FCA, grupo da Fiat, são diversos os modelos que podem ser adquiridos por esse grupo de clientes. É possível comprar com os descontos para PCD todas as versões do Mobi, Uno, Argo (exceto a HGT 1.8 Automática), Grand Siena e Cronos (exceto a Precision 1.8 automática).

Equipe qualificada

A rede de concessionárias Fiat também realiza treinamentos para qualificação da equipe de vendas e atendimento sobre todo o processo que envolve a venda da categoria PCD. Além disso, promove workshops com despachantes para que entendam como facilitar o atendimento de acordo com os requisitos específicos para pessoas com deficiência.

Para auxiliar os clientes, a Fiat ainda oferece em seu portal uma área dedicada (https://www.fiat.com.br/vendas-diretas/pessoas-com-deficiencia.html) para quem tem necessidades especiais com diversas informações e orientações, facilitando a escolha e esclarecendo sobre o processo de aquisição do automóvel.

Combinação perfeita para o uso urbano

A escolha do Mobi para estrear a combinação de um propulsor 1.0 com câmbio GSR foi comprovada como certa nos testes do Inmetro-PBEV.

O Mobi Drive GSR (a sigla GSR significa Gear Smart Ride) alcançou o menor consumo de combustível em ciclo urbano entre todos os modelos equipados com motor 1.0 e câmbio automatizado à venda no Brasil. O modelo equipado com o moderno motor Firefly 1.0 de 3 cilindros é um hatch compacto completo, que atende às necessidades de quem precisa de uma condução mais facilitada.

O motor Firefly 1.0 trabalha em giro mais baixo, assegurando ao Mobi maior silêncio a bordo e condução mais prazerosa. Ela é complementada pela direção elétrica com função City, que, quando ativada por meio de um botão no painel, reduz ainda mais a necessidade de esforço durante as manobras de estacionamento. A função é desativada automaticamente em velocidades maiores, mantendo a segurança.

No console central do Mobi Drive GRS 1.0 cinco botões permitem fácil acionamento do câmbio, incluindo a função Sport para um modo mais esportivo. Por meio de paddle shifts, o motorista pode trocar as marchas manualmente, mesmo com o câmbio na posição automática. A transmissão do Mobi Drive GSR conta ainda com a função Creeping, que torna arranques e manobras muito mais confortáveis e seguras, inclusive em rampas com até 8% de inclinação.

Basta tirar o pé do freio que o Mobi se movimenta, a exemplo de um câmbio automático convencional. Há também o sistema inteligente Auto-up Shift Abort, que identifica uma rápida retomada de velocidade e aborta a troca para uma marcha superior, mantendo acelerações mais vigorosas, inclusive em ultrapassagens, com o motor em rotação mais elevada.

A versão Mobi Drive GSR 1.0 conta ainda com um quadro de instrumento em TFT de alta resolução de série e pode ser equipada com os kits Connect, Live On e Tech. Entre as cores, o cliente tem como opções as sólidas Branco Banchisa, Preto Vulcano e Vermelho Alpine, a perolizada Branco Alaska e as metálicas Prata Bari e Cinza Scandium.

Quem tem direito às isenções

Em se tratando de isenção, o deficiente físico que é condutor de automóveis estará livre de vários impostos como IPI, IOF, ICMS, IPVA e também do rodízio municipal. Por outro lado, o portador de necessidades especiais que não é condutor, incluindo crianças, mas que tenha deficiência física, visual ou autismo tem direito à isenção do IPI, e carro no qual circula também fica livre do rodízio.

Tudo devidamente documentado e com laudo de médico credenciado. Apesar da burocracia, o benefício da isenção é exercido uma vez a cada dois anos e a regulamentação está prevista na MP – Medida Provisória – convertida conforme vigência da Lei nº 8.989, de 1995, atualmente prorrogada pela Lei 11.941/2009, art. 77.

Tem direito por Lei as isenções: pessoas com amputações, artrite reumatoide, artrodese, artrose, AVC, AVE (acidente vascular encefálico), autismo, alguns tipos de câncer, doenças degenerativas, deficiência visual, deficiência mental (severa ou profunda), doenças neurológicas, encurtamento de membros e más formações, esclerose múltipla, escoliose acentuada, LER (lesão por esforço repetitivo), linfomas, lesões com sequelas físicas, manguito rotador, mastectomia (retirada de mama), nanismo (baixa estatura), neuropatias diabéticas, paralisia, paraplegia, Parkinson, poliomielite, próteses internas e externas; exemplo: joelho, quadril, coluna, etc, problemas na coluna, quadrantomia (relacionada a câncer de mama) síndrome do túnel do carpo, talidomida, tendinite crônica, tetraparesia, tetraplegia, etc.

Veículos no valor de até R$ 70 mil

Para obter as isenções de IPI, Imposto sobre Produtos Industrializados e ICMS, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços em veículos no valor de até R$ 70.000,00, o portador de alguma deficiência deve:

Condutores
Obter a CNH especial no DETRAN e passar por perícia médica;
Requisitar a isenção de IPI junto à Receita Federal;
Escolher o modelo do veículo no valor de até R$ 70.000,00 (preço público sugerido para poder usufruir da isenção de ICMS);
Solicitar isenção de ICMS no posto da Fazenda Estadual de seu local de domicilio, se o preço público do veículo escolhido for de até R$ 70.000,00;
Após o faturamento, solicitar a isenção de IPVA junto ao DETRAN.

Não condutores
Passar por perícia médica no SUS;
IPI – ICMS – Liberação do rodízio – seguir os mesmos procedimentos dos habilitados a conduzir;
O veículo será dirigido por representante legal ou diretos – até três indicações;
O faturamento do veículo será sempre em nome da pessoa com deficiência.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?