Nissan IMQ concept, um passo para o futuro

A moda é lançar carro-conceito. E também nesse quesito, a Nissan manda bem. Com design e tecnologias avançadas, a montadora revelou segredos do novíssimo IMQ concep no Salão do Automóvel de Genebra. O veículo sinaliza a direção da próxima geração de crossovers da marca.

Carros
2 anos atrás
Nissan IMQ concept, um passo para o futuro

De forma sutil, o IMQ associa a tecnologia de ponta centrada no ser humano à tradição japonesa. O crossover-conceito incorpora as últimas inovações que dão vida à Nissan Intelligent Mobility – a visão da marca para o futuro do transporte automotivo –, refletindo o papel da Nissan como pioneira e líder em crossovers, com um visual impactante que sai do lugar comum para o segmento na Europa.

Coração do IMQ

No coração do IMQ se encontra a última geração do e-POWER, um sistema de motor 100% elétrico que entrega uma aceleração instantânea e linear. Ele foi desenvolvido a partir da tecnologia e-POWER disponível nos atuais modelos campeões de vendas no Japão, o Nissan Note e o Serena.

No IMQ, ele entrega potência total de 340 cavalos e 71,38 kgfm de torque. A potência elevada é dirigida a um novo sistema multimotor de tração nas quatro rodas, que proporciona controle preciso e independente de cada roda. A associação desse propulsor à tração integral é ideal nas condições de baixa aderência, como, por exemplo, nas estradas alpinas cobertas de neve nos arredores de Genebra.

Exterior e interior com design único

Quando tratamos de desenho sobre carros futuristas, ele pode ser elogiado ou criticado. Nesse caso, merece aplausos. Com dimensões que o colocam no segmento C de crossovers da Europa, o exterior e o interior formam design único, limpo e despretensioso, que fica ainda mais surpreendente nas linhas fora da cabine, que foram desenhadas para dar a impressão de uma superfície única contínua.

O IMQ apresenta uma nova e ousada direção para a linguagem do design da Nissan. Ele tem como foco o logo da Nissan integrado à grade V-motion, que está deliberadamente mais sutil. Ela se estende verticalmente pelo capô e horizontalmente pelo para-choque dianteiro, criando cantos proeminentes nas extremidades. Já o capô apresenta surpreendentes recortes com molduras cromadas, com o para-choque se estendendo das passagens de rodas em direção à parte central.

Na traseira, uma linha vertical marcante sai do conjunto ótico formando um spoiler lateral, melhorando a performance aerodinâmica. A parte superior traseira é integrada em uma nova e elegante interpretação do conjunto ótico em formato de bumerangue da Nissan. Formando uma peça única, a tampa traseira se estende até os para-lamas traseiros, repetindo o design do capô.

Completam o exterior as rodas de liga leve de 22 polegadas, com exclusivos pneus Bridgestone Connect, que passam informações ao motorista por meio de interface gráfica. Os dados transmitidos incluem a pressão dos pneus, carga, temperatura, nível de aderência, desgaste e condição em geral, ajudando o IMQ a calibrar automaticamente os sistemas embarcados de controle, para que eles funcionem em seu nível ideal.

A temática do design japonês continua do lado de dentro, associada a tecnologias contemporâneas. As portas do IMQ são articuladas pelas extremidades externas e, quando abertas, revelam um interior espaçoso e futurístico, composto por bancos individuais que se erguem suavemente do assoalho revestido por lamelas, proporcionando uma harmonia visual em relação à parte externa.

O já conhecido painel de instrumentos em formato de “asa planadora” domina a frente da cabine, de onde parte o console central que se estende em direção aos bancos dianteiros e traseiros.

Cada banco esculpido tem acabamento em tecido tecnológico em 3D de dois tons, com corte a laser em um design geométrico inspirado na arte japonesa de trabalhar a madeira, conhecida como kumiko.

Controle futurístico

O motorista foi priorizado para ser o centro das atenções dentro do IMQ. Isso é destacado pela interface gráfica do usuário, dominada por uma tela de 840 mm embutida no painel de instrumentos. Assim como em um smartphone, ela é totalmente preta quando desligada, mas, quando ligada, ganha vida para exibir tanto o status do sistema e-POWER como outras informações sobre o veículo. Outros usos para as lamelas pretas estão sempre visíveis atrás da tela.

Existe ainda uma tela secundária e menor que aparece sobre o console central, com a função de abrigar o Assistente Pessoal Virtual do IMQ. Ele melhora a experiência de condução controlando as funções do veículo, como a navegação, respondendo aos comandos do motorista.

O volante foi ergonomicamente desenhado para colocar o motorista em uma posição relaxante, maximizando a visibilidade do painel de instrumentos. Na parte de trás da direção ficam controles avançados do tipo borboleta com superfície macia ao toque.

Demonstração de tecnologias

Tecnologia é o que não falta no IMQ. Uma delas é a Invisible-to-Visible (I2V) da Nissan, uma interface 3D onde o “mundo real” converge com o mundo virtual. Desenvolvido pela marca, o sistema I2V ajuda os ocupantes do veículo a ver o que estaria normalmente invisível, aumentando a segurança e o prazer da experiência de dirigir.

Esta oportunidade para “ver o invisível” é possível graças à tecnologia Omni-Sensing da Nissan, que conecta o IMQ às informações do mundo real dentro e fora da cabine, combinadas a informações do mundo virtual, sendo exibidas para o motorista e o passageiro, para uma rica experiência de realidade mista.

A tecnologia não foi aplicada apenas para ser enfeite. Ela pode ajudar os motoristas a ver além da curva, visualizar informações precisas sobre congestionamentos, incluindo as causas, e determinar rotas alternativas para um trajeto sem estresse. Os motoristas podem até mesmo desfrutar da companhia de um passageiro virtual, que se apresenta como um avatar de realidade aumentada em 3D dentro do carro.

O compromisso da marca com um futuro autônomo é apresentado na visão da Mobilidade Inteligente da Nissan, que também se reflete no IMQ. O carro é equipado com um protótipo avançado do sistema de assistência ProPILOT, que auxilia o condutor em ruas urbanas e vias rápidas suburbanas.

Isso é possível graças a uma série de câmeras, radares e sensores avançados distribuídos ao redor do veículo, que podem interpretar sinais de informações do trânsito e da pista, proporcionando uma condução mais suave e segura.

“O design do IMQ combina influências japonesas tradicionais e modernas, apresentando o que será possível quando os futuros crossovers forem propulsionados pela Nissan Intelligent Mobility”, comentou Alfonso Albaisa, vice-presidente sênior de design na Nissan. “Com o IMQ, o interior e o exterior se fundem de forma suave, dando pistas de qual será a direção do nosso design na terceira geração de crossovers da Nissan na Europa”.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?