Nova Chevrolet Montana 2019, vem com tudo e com custo razoável

Utilizadas como uma ferramenta de trabalho fundamental, os olhos da fabricante estão voltados para aquele consumidor que vai em busca de uma picape simples mas robusta, com capacidade de carga considerável capaz de atender com prioridade esse público que precisa de detalhes como a Montana traz, contudo sem representar custos absurdamente caros de manutenção.

Carros
2 anos atrás
Nova Chevrolet Montana 2019, vem com tudo e com custo razoável

Esses quesitos fundamentais são responsáveis por boa parte das vendas e sucesso absoluto. Além de ser uma picape compacta cabine simples a Montana 2019 é apontada como um utilitário com o menor custo de propriedade durante os três primeiros anos de uso.

Esses três anos é o tempo médio em que o consumidor troca o veículo, segundo levantamento feito pela JATO Dynamics que considera depreciação, plano de manutenção, consumo de combustível, impostos, taxas e seguro durante esse período de uso do carro.

Com base nesses detalhes, a conta a qual se chega é de R$ 1500 a menos que as demais picapes da categoria. Melhor dizendo, o custo de propriedade da Montana no período de 36 meses, é o menor de todos entre as três mais vendidas com as mesmas características

O resultado dessa conta leva em consideração, além do preço de compra do veículo, os custos com revisão, manutenção, seguro, impostos, taxas, depreciação total do bem e combustível para rodar 60 mil quilômetros.

Um outro ponto que faz a diferença e destaca a Montana em relação a rivais no mercado brasileiro é a direção hidráulica de série.

“O nível de conforto e a ergonomia em veículos de trabalho são quesitos que refletem na produtividade e no bem-estar do usuário, principalmente daqueles que rodam várias horas no dia”, destaca Marcelo Tezoto, diretor de Vendas Diretas da GM.

Outro diferencial que destaca a Montana 2019 para as demais vai diretamente ao ponto crucial do interesse generalizado pelo veículo que está centrado na capacidade de carga que passa, e muito, de meia tonelada, chegando a carregar até 756 kg, o que dá 7% de superioridade ante rivais.

Com design excelente da caçamba, comprida e alta, a Montana transporta, com segurança, objetos diferentes e grandes, como motocicletas, entre outros.

E para garantir um pouco mais de capricho, para preservar o assoalho, a picape vem com protetor de caçamba, uma dezena de ganchos especiais para possibilitar a perfeita amarração de cordas e o degrau side step que facilita o acesso ao compartimento pela lateral.

Com trava antifurto com chave, a tampa traseira ganha visibilidade e sensação de segurança. De igual padrão, a cabine utiliza-se do conceito MaxCab e comporta bagagens de mão na parte posterior dos bancos, o que mostra utilidade para o consumidor que aprecia o desenho da Montana e que que ter o carro como um veículo para o lazer.

Detalhes da Montana linha 2019

A linha 2019 da Montana arrasando nas concessionárias Chevrolet, com a fama de ser picape cabine simples mais completa da categoria.

Chevrolet Montana 2019
Chevrolet Montana 2019

Alguns detalhes mudam a história da menina que traz, além de direção hidráulica, painel de instrumentos na cor “Ice Blue”, banco do motorista com ajuste de altura, rodas aro 15, sistema de luz “siga-me” e as sombreiras com espelho.

Outros quesitos vão se somando à lista de diferenciais como para-choques na cor da carroceria, barra de proteção nas portas e freios ABS com assistente de frenagem de emergência (EBD) e lanternas escurecidas.

Outra facilidade a ser observada, é que a picape Chevrolet também pode ser equipada com grade de proteção do vidro traseiro, ar-condicionado, sistema de acendimento automático dos faróis, comando elétrico dos vidros, travas e retrovisores externos, controle de velocidade de cruzeiro e sistema de som com Bluetooth e entrada USB.

A Chevrolet Montana é comercializada em duas versões de acabamento: LS e Sport, sempre equipada com motor flex SPE 1.4 ECO de elevada eficiência energética. A transmissão é manual, de cinco velocidades.

O conjunto mecânico desenvolve até 99 cavalos e 13 kgfm de torque, que possibilita, mesmo carregada, elevado nível de desempenho e muito melhor que isso, o atestado ofertado pelo Inmetro de ser a picape mais econômica da categoria, segundo dados e estudos feios pelo Instituto.

Para se ter uma idéia, na média a Montana percorre, com um litro de gasolina 13,4 quilômetros na estrada e 11,7 quilômetros na cidade. Já com etanol, são 9,2 quilômetros e 7,9 quilômetros, respectivamente.

Uma das coisas que ajuda muito no desempenho, eficiência e dirigibilidade com economia, é o indicador de mudança de marcha no painel, que tem a finalidade de auxili8ar o motorista no sentido de conseguir mais economicidade.

Outras questões que colaboram para a beleza e seriedade da Montana são os apêndices aerodinâmicos, como o spoiler lateral, que reduz a resistência ao vento e contribui para o maior silêncio a bordo.

A Montana conta ainda com alternador de alto rendimento, sistema de arrefecimento com ventilador de menor atrito e a utilização de óleo de baixa viscosidade (0W20). Freios de baixo arrasto, rolamentos especiais e pneus de baixa resistência a rolagem fazem igualmente parte do pacote.

Já a aceleração da picape de 0 a 100 km/h é feita em 10,4s.
A Montana 2019 estreia nas seguintes opções de cores para a carroceria: Vermelho Chili (sólida), Cinza Satin Steel (metálica), Preto Ouro Negro, Branco Summit, Cinza Grafite e Prata Switchblade.

Um pouco de história

A Chevrolet foi fundada em 1911, em Detroit, e hoje é uma das maiores marcas de veículos do mundo.Tem negócios em mais de 100 países e vendas anuais de mais de 4.0 milhões de veículos.

A Chevrolet, sempre busca atentar aos interesses de seus consumidores e atenta para uma performance que oferte aos clientes veículos eficientes e com ótimo desempenho, design diferenciado e de alta qualidade.

As operações na Argentina e Brasil foram integradas na GM Mercosul em 2017. Foram 445.616 mil veículos vendidos em 2016 em dois mercados. 345.916 mil no Brasil e 99.700 mil na Argentina.

São quatro Complexos Industriais que a GM Mercosul tem para a produção de veículos, motores e componentes situadas em São Caetano do Sul, São José dos Campos e Gravataí, no Brasil e em Rosário, na Argentina. As unidade avançaram com unidades em Joinville destinada à produção de motores e cabeçotes de alumínio.

Em Mogi das Cruzes a produção é de componentes estampados e, em Indaiatuba, Campo de Provas, Centros Tecnológicos em São Caetano do Sul e Rosário e Centros Logísticos em Sorocaba e General Rodriguez, em Argentina.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?