Nova Chevrolet Montana, forte em todos os aspectos

Lançada no Brasil em 2003, a Montana passou por uma grande reformulação em 2010, recebendo novo visual interno e externo, seguindo os padrões dos novos carros da Chevrolet.

Carros
2 anos atrás
Nova Chevrolet Montana, forte em todos os aspectos

Desde seu surgimento, a picape impressiona e chama a atenção por ser diferente das demais existentes no mercado automobilístico tanto por dentro quanto por fora. Arrojada e cheia de detalhes.

Recentemente, o carro recebeu uma nova investida da montadora para se tornar umas das líderes no ranking de vendas da sua categoria. Essa deve ser a última atualização da picapinha.

Preços e versões da Montana

A Chevrolet Montana 2018 é comercializada em duas versões, muito embora a aparência pareça a mesma. A diferença entre as duas está no pacote de itens de série.

Ao invés de ganhar equipamentos para justificar o aumento nos preços, a picape perdeu a capota marítima na versão básica LS. Ainda assim, a GM elevou os valores em R$ 800 na configuração mais barata, enquanto a Sport ficou R$ 1 mil mais cara.

O modelo LS 1.4 EconoFlex que parte dos R$ 49.890,00, traz de série:
Airbag duplo
Barras de proteção nas portas
Brake Light
Cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores e ajuste de altura
Interruptor para inibir o air bag do lado do passageiro (com indicação visual)
Sistema de freios com ABS e sistema de distribuição de frenagem(“EBD”)
Sistema de imobilização do motor
Aplique decorativo no painel na cor Cinza “Aquarium”
Controles e saídas de ar com detalhes na cor metalizada
Lanternas com lentes escurecidas
Maçanetas internas na cor Cinza “Aquarium”
Manopla da alavanca de cambio com detalhe na cor Cinza “Aquarium”
Painel de Instrumentos na cor “Ice Blue”
Parachoques pintados na cor do veículo
Protetor de caçamba
Roda de aço aro 15” com calotas integrais
Spoiler lateral na cor do veículo
Acelerador eletrônico
Alerta sonoro de faróis ligados
Console central com porta objetos
Direção Hidráulica
Hodômetro digital total e parcial e tacömetro
Indicador de troca de marchas
Regulador de intensidade da iluminação do painel de instrumentos
Sistema de luz “siga-me” (faróis permanecem acesos por um período de tempo após travamento das portas)
Banco do motorista com regulagem de altura
Preparação para receber sistema de som com fiação elétrica completa
Cor interna – ‘!20 (Cinza Very Dark Ash Gray)

Já para quem pretende investir mais, é possível comprar a versão Sport 1.4 EconoFlex que é vendida a partir de R$ 60.490,00. Ela foi pensada naquele consumidor que procura um automóvel versátil de dois lugares para o dia a dia e para o lazer

Essa versão conta com todos os itens da LS e mais a seguinte configuração:

Alarme anti-furto ultra-sônico
Alça dianteira no teto
Destravamento automático das portas em caso de acidente
Faróis de neblina
Lanterna de neblina
Adesivo de coluna na cor preto (exceto nos veículo na cor preto)
Aplique decorativo no painel na cor Cinza “Midnight”
Espelhos retrovisores externos na cor do veículo
Faróis com superfície interna preto (máscara negra)
Grade de proteção do vidro traseiro
Maçanetas externas na cor do veículo
Maçanetas internas na cor Cinza “Midnight”
Manopla da alavanca de câmbio com detalhe na cor Cinza “Midnight”
Rack de teto
Roda de alumínio aro 16”
Abertura da tampa do combustível com acionamento conjunto com as travas das portas
Acendimento automático dos faróis através de sensor crepuscular
Ar condicionado
Chave tipo canivete dobrável
Coluna de direção com regulagem em altura
Computador de bordo com 4 funções: consumo médio (km/l), consumo total (km/l), velocidade média (km/h), autonomia (km)
Controlador de velocidade de cruzeiro
Espelhos retrovisores externos elétricos
Luz de cortesia no porta-luvas
Luzes individuais de leitura para motorista e passageiro
Painel das portas dianteiras com inserto em tecido e porta-objetos
Sistema de luz “leve-me” (acendimento automatico de farois e lanternas ao destravar as portas pelo controle remoto)
Trava elétrica das portas com acionamento na chave
Vidro elétrico nas portas com acionamento por “um toque”, anti esmagamento e fechamento automático pela chave
Antena no Teto
Conjunto de alto falantes – 2 unidades
Rádio AM / FM stereo (RDS),CD/MP3/WMA player, Bluetooth, entrada auxiliar, leitor USB
Cor interna – ‘!20 (Cinza Midnight)

Pau para toda obra

As picapes compactas cabine simples chegaram para ser utilizadas prioritariamente como ferramenta de trabalho. Por isso, na Montana é possível encontrar robustez, capacidade de carga, custo de manutenção e de utilização como quesitos de alta relevância para o comprador.

O carro da Chevrolet tem caçamba comprida e alta, capaz de transportar com segurança mesmo objetos grandes, como motocicletas. Sua capacidade de carga, de 756 kg, é até 7% superior que as principais concorrentes.

Para preservar o assoalho, a picape vem com protetor de caçamba, dez ganchos para amarração de cordas e o degrau side step que facilita o acesso ao compartimento pela lateral.

A tampa traseira possui trava antifurto com chave, enquanto a cabine utiliza-se do conceito MaxCab e comporta bagagens de mão na parte posterior dos bancos, útil também para o usuário que busca um veículo para o lazer.

A capacidade de carga da picape também chama atenção de seus proprietários. “Não posso dizer que utilizei a carga máxima que é de até 756 kg. Mas ela aguentou muito peso quando precisei fazer uma mudança. O design da caçamba, comprida e alta, transporta com segurança até objetos maiores”, disse Roberto Oliveira.

h2>A melhor em custo-benefício

Um levantamento feito pela JATO Dynamics aponta que a Chevrolet Montana é a picape com o menor custo de propriedade durante os três primeiros anos de uso.

O estudo leva em consideração, além do preço de compra do veículo, os custos com revisão, manutenção, seguro, impostos, taxas, depreciação total do bem e combustível para rodar 60 mil quilômetros.

Entre as três picapes mais vendidas da categoria, o custo de propriedade da Montana no período chega a ser cerca de R$ 1.500 menor.

Outro diferencial competitivo da Montana em relação a rivais no mercado brasileiro é a direção hidráulica de série.

“O nível de conforto e a ergonomia em veículos de trabalho são quesitos que refletem na produtividade e no bem-estar do usuário, principalmente daqueles que rodam várias horas no dia”, destaca Marcelo Tezoto, diretor de Vendas Diretas da GM.

“A Montana continua sendo uma das picapes cabine simples mais procuradas por empresas e prestadores de serviço devido ao seu excelente custo-benefício, baixo custo de manutenção e seguro, e elevado valor de revenda”, explica Hermann Mahnke, diretor de Marketing da Chevrolet.

h2>Linha 2019

A linha 2019 da Montana chega às concessionárias Chevrolet também como a picape cabine simples mais completa da categoria.
Entre as novidades, além de direção hidráulica, aparecem rodas aro 15, banco do motorista com ajuste de altura, sistema de luz “siga-me”, painel de instrumentos na cor “Ice Blue” e as sombreiras com espelho.

A lista soma para-choques na cor da carroceria, lanternas escurecidas, barra de proteção nas portas e freios ABS com assistente de frenagem de emergência (EBD).

Para quem desejar, é possível equipar a picape com ar-condicionado, grade de proteção do vidro traseiro, comando elétrico dos vidros, travas e retrovisores externos, sistema de acendimento automático dos faróis, controle de velocidade de cruzeiro e sistema de som com Bluetooth e entrada USB.

h2>Motor, transmissão e consumo

O veículo possui motor 1.4 EconoFlex e transmissão manual de 5 velocidades.
O conjunto mecânico desenvolve até 99 cavalos e 13 kgfm de torque, garantindo elevado nível de desempenho mesmo com o carro carregado.

De acordo com dados do Inmetro, o modelo da Chevrolet é a mais econômica da categoria. Em média, percorre 13,4 quilômetros na estrada e 11,7 quilômetros na cidade, com um litro de gasolina.

Com etanol, são 9,2 quilômetros e 7,9 quilômetros, respectivamente. Para ajudar nessa economia, o motorista conta com um indicador de mudança de marcha no painel. O sistema garante também uma forma mais eficiente de dirigir.

Já a aceleração da picape de 0 a 100 km/h é feita em 10,4s. Colaboram para esse resultado, os apêndices aerodinâmicos, como o spoiler lateral, que reduz a resistência ao vento e contribui para o maior silêncio a bordo.

h2>Cores

O comprador pode escolher entre seis cores disponíveis na Montana 2019. Ela estreia nas seguintes opções para a carroceria: Vermelho Chili (sólida), Cinza Satin Steel (metálica), Preto Ouro Negro, Branco Summit, Cinza Grafite e Prata Switchblade.

Como é um carro que atende tanto o publico masculino, como feminino, a cor faz diferença na hora da compra. Veja o que disse Arlinda Santos: “Para uma mulher, um vermelho cai bem. Não que possa ser comprada pelos homens. Mas com tantas opções de cores é possível deixar o carro da forma que queremos”, disse.

h2> Novos acessórios da Montana

Outra novidade da Montana inserida já em 2018 e que pode ser adquirida também nesse novo modelo é a oferta de acessórios originais. Uma mão na roda para quem gosta de dar uma incrementada no seu carro.

Destaque para as rodas de alumínio aro 16 com acabamento cinza grafite, o santo antônio tubular, os adesivos para capô e teto, as pedaleiras esportivas, o sensor de estacionamento traseiro, o suporte de bicicleta e o tapete de E.V.A. para caçamba, que ajuda a reduzir substancialmente a movimentação e o ruído de objetos transportados no compartimento de carga do veículo.

Estribo lateral tubular, bolsa organizadora multiuso, rede porta-objeto para o banco dianteiro porta óculos e CD Player com Bluetooth também estão disponíveis para customizar a picape da Chevrolet.

h2>Pontos negativos

Embora a propaganda garanta e alguns proprietários confirmem, a quem veja pontos negativos na Montana.

Para Diego Almeida, a Chevrolet nunca acertou em uma picape pequena. “São todas fracas e não atendem ao que as propagandas prometem. Na Montana, por exemplo, a montadora garante que encara qualquer tipo de estrada. Por experiência própria afirmo que não. Ela não passa de uma picape boa para viagens e com cargas pequenas”, relatou.

A falta de mais mudanças também recebeu críticas. “Pouca coisa mudou no carro. Poderiam ter implantado a frente do Agile que foi reestilizado para dar uma repaginada. Mas como as demais montadoras pensam apenas no lucro. Uma pena”, disse Viniciu Franco.

Prestes a completar oito anos sem alterações significativas, o carro não tem perspectivas para passar por grandes mudanças. Também não vai receber uma nova geração.

Quem confirma é o vice-presidente da GM Mercosul, Marcos Munhoz. “A Montana tem uma situação específica. Encontrou um nicho claro: ser uma ferramenta de trabalho e ela está ótima assim. Se você faz grandes modificações, também faz mudanças nos custos e nos preços”, pontuou.

h2> Ficha técnica

A Montana é um carro desenvolvido para ser versátil, unindo força, espaço amplo e economia de combustível com uma capacidade de carga de 756Kg.
Motor: 1.4
Portas: 2 Portas
Transmissão: Manual de 5 Marchas
Cilindrada: 1.389 cm3
Potência: 99 cv (e) / 94 cv (g)
Torque: 13,1 kgfm (e) / 12,8 kgfm
Velocidade Máxima: 170 Km/h
Freios Dianteiros: à disco com dois discos ventilados
Comprimento: 4.514 mm
Largura: 1.700 mm
Altura: 1.577 mm
Distância entre eixos: 2.669 mm
Peso: 1097 kg
Direção: Hidráulica
Tanque de Combustível: 49 L

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?