Peugeot 2008, um clássico renovado para o Brasil

Vem aí um 2008 renovado. Sem mistério, a Peugeot divulga imagem do carro na linha de montagem e também com foco na nova grade frontal que segue o estilo dos lançamentos mais recentes da fabricante, no País, os SUVs 3008 e 5008.

Carros
1 ano atrás
Peugeot 2008, um clássico renovado para o Brasil

De acordo com o presidente do Grupo PSA para Brasil e América Latina, Patrice Lucas, o novo Peugeot 2008 é um dos modelos que fazem parte da segunda etapa do plano de crescimento rentável denominada “Push do Pass”, entre 2019 e 2021.

Entre as metas é aumentar os volumes vendidos na América Latina em 70% em até três anos e o SUV renovado é a grande aposta e deverá contribuir para atingir esse objetivo da marca por aqui.

Em meio as mudanças que podemos esperar no Peugeot 2008, a PSA confirma que o SUV renovado se beneficiou com algumas tecnologias usadas no Citroën C4 Cactus, sem especificar exatamente quais. Apenas citou alguns processos industriais, como o chamado SML, Sistema de Medição a Laser. Entretanto, o 2008 deverá receber melhorias como a combinação do motor 1.6 THP flex com câmbio automático de seis marchas.

Internamente, poucas mudanças devem ser promovidas. O que é possível esperar a manutenção do painel que continuará o mesmo, assim com o quadro de instrumentos. Já a central multimídia, certamente, receberá uma atualização.

Preços e versões da linha 2008

Para os que preferem saber sobre toda a linha, abaixo os valores praticados pela montadora francesa no Brasil na linha atual.

Peugeot 2008 – Allure Bussines – R$ 69.990,00
Peugeot 2008 – Allure – R$ 76.990,00
Peugeot 2008 – Allure Auto – R$ 83.490,00
Peugeot 2008 – Griffe Auto – R$ 88.990,00
Peugeot 2008 – Griffe THP – R$ 91.990,00
Peugeot 2008 – Crossway Auto – R$91.990,00

Um carro moderno e refinado

O design que sempre foi um destaque a parte do Peugeot 2008, continua preservado. A silhueta compacta, balanços reduzidos e linhas fluídas dão o tom para o visual moderno e refinado do veículo.

A parte da frente continua representando uma autêntica assinatura visual, revelando a face da marca. O “olhar felino” se interpreta de maneira robusta a partir do para-choque, em linha com o design europeu, com a grade emoldurada e maior largura do carro. O mesmo cuidado é dado a cada elemento, como o formato e as molduras dos faróis de neblina que, harmonizados, dão o aspecto agressivo do carro.

Para quem se importa com os faróis, o conjunto conta com dois acabamentos internos: um contorno cromado e uma máscara negra, que enfatizam a esportividade e o requinte.

Já o guia de luz LED, presente em todas as versões, destaca o conjunto ótico, tanto de dia quanto a noite. O mesmo cuidado é dado a cada elemento, como o formato dos faróis de neblina. As lanternas traseiras integram uma assinatura luminosa com três faixas, fazendo alusão às garras do Leão marcadas por luzes em LED e guias de luz.

Transmissão, motores e potência

Quando lançado no Brasil, a previsão era que as versões Griffe e Allure de 122 cavalos de potência do motor 1.6 e câmbio automatizado com 4 velocidades atingissem pelo menos 70% das vendas do modelo, mas com essa atualização para o câmbio automático com 6 marchas, a expectativa é que fique ainda melhor no mercado brasileiro.

A nova caixa de câmbio é produzida pela empresa japonesa Aisin, que atualmente trabalha em conjunto com os motores 1.6 THP presente nos modelos 3008, 408 e 308, e passa a atuar com os motores 1.6 16v FlexStart que entrega 115 cavalos com um torque de 15,50 giros por kgfm em motores a gasolina e 122 cavalos em motores abastecidos com Etanol.

Mesmo com o aumento de velocidades, o 2008 da Peugeot segue com nota B na classificação de consumo nos testes do Inmetro. Com a nova transmissão o SUV apresentou um consumo de 7,5 km/l abastecido com etanol em vias urbanas e 9,2 km/l em estradas, já com gasolina o consumo sobe para 10,7 km/l e 13,0 km/l respectivamente. Nas versões com 4 velocidades o SUV apontava 7,4 km/l em vias urbanas e 8,6 km/l nas estradas e quando abastecido com gasolina 11,0 km/l e 12,2 km/l também respectivamente.

Segurança eficaz

Para garantir a tranquilidade do motorista e demais ocupantes do 2008, a condução reativa e a facilidade de utilização vêm acompanhadas de um elevado nível de segurança. Assim, o condutor pode contar com o regulador / limitador de velocidade de série em todas as versões, além de inúmeros outros equipamentos. Confira:

• Quatro airbags para todas as versões e seis airbags – frontais, laterais e de cortina – nas versões Griffe e Crossway.

• Cinco cintos de segurança com três pontos de fixação, alerta sonoro e visual de afivelamento do cinto do condutor de série. Na frente, os cintos têm pré- tensionadores e bloqueio de folga e atrás os cintos laterais e central têm bloqueio de folga;

• ESP – Freios a disco: programa eletrônico de estabilidade que garante segurança nas curvas e situações de emergência para o Griffe THP. Freios a disco nas quatro rodas pra diminuir o espaço de frenagem;

• Hill Assist que oferece conforto e segurança em rampas. Mantém os freios acionados por 2s, mesmo após a liberação do pedal, ao mesmo tempo em que o motorista engata uma marcha (para a versão Griffe THP);

• Grip Control com controle de tração, cuja seleção anti-derrapagem pode ser ajustada para funcionar de cinco maneiras diferentes (desligado, normal, barro, areia, neve). Confere ao 2008 capacidades surpreendentes de superar obstáculos;

• Suspensão elevada com 200 mm de vão livre no ente-eixos e ângulo de entrada de 22°. A passagem por lombadas, valetas ou mesmo estradas de terra difíceis é facilitada;

• Quatro airbags para todas as versões e seis airbags – frontais, laterais e de cortina – para Griffe e GT THP;

• Cinco cintos de segurança com três pontos de fixação: alerta sonoro e visual de afivelamento do cinto do condutor de série; na frente, os cintos têm pré- tensionadores e bloqueio de folga; e atrás, os cintos laterais e central têm bloqueio de folga;

• Sistema de frenagem ABS com repartidor eletrônico de frenagem (REF) e auxílio;

De olho na valorização

Exclusivo da montadora, o programa Renova Peugeot é o melhor plano de fidelização e recompra do mercado. De olho na valorização do veículo usado, a fabricante francesa busca mostrar que vale a pena comprar um veículo da marca.

Nele, o cliente tem a garantia de valorização na recompra do seu usado e pode, a cada três anos, estar sempre com um Peugeot zero quilômetro na garagem. A marca se compromete com o pagamento de até 85% do valor indicado pela tabela FIPE para o Peugeot 2008.

Ficha técnica de cada versão

Peugeot 2008 – Allure
Motor: 1.6 – 4 Cilindros em linha
Cilindrada: 1.600 cm3
Potência: 122 cv (e) – 5.800 rpm / 115 cv (g) – 6.000 rpm
Torque: 16,4 kgfm (e) – 4.000 rpm / 15,5 kgfm (g) – 4.000 rpm
Comando de Válvulas: Acionamento pela corrente e variação na admissão e exaustão.
Velocidade Máxima: 190 km/h (e) / 183 km/h (g)
Aceleração de 0 a 100 km/h (seg): 10,2 (e) / 11,4 (g)
Tração: Dianteira
Transmissão: Câmbio automático Seqüencial de 4 marchas
Direção:Elétrica com assistência Variável
Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
Suspensão Traseira: Travessa deformável.
Freios Dianteiros: Disco ventilado 283 x 26
Freios Traseiros: Disco sólido 249 x 9
Pneus; 205/60 R16

Peugeot 2008 – Allure e Crossway Auto
Motor: 1.6 – 4 Cilindros em linha
Cilindrada: 1.600 cm3
Potência: 122 cv (e) – 5.800 rpm / 115 cv (g) – 6.000 rpm
Torque: 16,4 kgfm (e) – 4.000 rpm / 15,5 kgfm (g) – 4.000 rpm
Comando de Válvulas: Acionamento pela corrente e variação na admissão e exaustão.
Velocidade Máxima: 190 km/h (e) / 171 km/h (g)
Aceleração de 0 a 100 km/h (seg): 11,9 (e) / 13,2 (g)
Tração: Dianteira
Transmissão: Câmbio Manual de 5 marchas
Direção:Elétrica com assistência Variável
Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
Suspensão Traseira: Travessa deformável.
Freios Dianteiros: Disco ventilados 283 x 26
Freios Traseiros: Discos sólidos 249 x 9
Pneus: 205/60 R16

Peugeot 2008 – Griffe Auto
Motor: 1.6 – 4 Cilindros em linha
Cilindrada: 1.600 cm3
Potência: 122 cv (e) – 5.800 rpm / 115 cv (g) – 6.000 rpm
Torque: 16,4 kgfm (e) – 4.000 rpm / 15,5 kgfm (g) – 4.000 rpm
Comando de Válvulas: Acionamento pela corrente e variação na admissão e exaustão.
Velocidade Máxima: 190 km/h (e) / 183 km/h (g)
Aceleração de 0 a 100 km/h (seg): 10,2 (e) / 11,4 (g)
Tração: Dianteira
Transmissão: Câmbio Manual de 5 marchas
Direção:Elétrica com assistência Variável
Suspensão Dianteira: Tipo Pseudo McPherson
Suspensão Traseira: Travessa deformável.
Freios Dianteiros: Disco ventilado 283 x 26

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?