Placa Mercosul já está em mais de 1 milhão de carros no Brasil

A placa padrão Mercosul, que traz nova identidade visual, QR Code e chip, já está presente em quase 1 milhão de veículos no Brasil. Quem confirma a informação é o Ministério da Infraestrutura, ao qual o Denatran, Departamento Nacional de Trânsito, passou a ser subordinado desde a extinção da pasta das Cidades.

Auto
2 anos atrás
Placa Mercosul já está em mais de 1 milhão de carros no Brasil

Embora sofra resistência por parte do governo, o planejamento agora é de ampliar o uso da placa, bem como a segurança de informações, contrariando a opinião expressa pelo então candidato Jair Bolsonaro, em maio de 2018, de que gostaria de extinguir a nova identificação.

O Rio de Janeiro foi o primeiro estado a adotar a nova placa em setembro do ano passado que agora está em vigor em outros sete, segundo Ministério. São eles: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul, as novas unidades da federação que migraram para o formato em dezembro de 2018. A implantação em todos os Estados estava prevista para dezembro do ano passado, mas foi adiada para o 30 de junho deste ano.

Como já dito anteriormente, ainda sofrendo resistência, a Placa Mercosul sofreu vários adiamentos. No mais recente, em dezembro, o órgão alegou que era necessário mais prazo para adequação dos estados, por conta de falta de matéria-prima para confecção das novas placas e/ou de dificuldades para integrar o banco de dados de cada Detran, Departamento Estadual de Trânsito, à base nacional de informações do Denatran.

Em outubro, a placa Mercosul chegou a ser suspensa via liminar concedida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, de Brasília (DF), mas o veto foi derrubado no mesmo mês pelo STJ, Superior Tribunal de Justiça.

O que muda com a nova placa?

Quem ainda não viu, vai se espantar porque ela muda por inteira, começando pelo visual até à ordem e significado dos caracteres, além de acréscimos de itens que antes não existiam.

Uma das principais alterações remete as letras e números. Agora não são 3 letras e 4 números (AAA-1234), mas sim 4 letras e 3 números, sendo que a última letra vem depois do primeiro número (AAA1A23).

A nova placa traz 9 elementos principais:

  • Emblema do Mercosul
  • Nome do país
  • Bandeira do país
  • Faixa holográfica
  • Código QR
  • Hot Stamp personalizado
  • Ondas sinusoidais
  • Brasões do Estado e do Município
  • Marca d’água

Antes com tons de cinza, vermelha, branca, preta, na nova placa, as cores que distinguem os vários tipos de veículos não serão mais aplicadas ao fundo, mas nas letras e números e terão a seguinte referência:

Preto – veículo particular
Azul – veículo oficial
Vermelho – veículo comercial
Laranja – veículo diplomático
Verde – veículo especial
Ocre – veículo de colecionador

Vantagens

A segurança configura como principal vantagem para a mudança. Com a Placa Mercosul, um dos benefícios tanto para o cidadão quanto para a polícia, é que com a nova placa será bem mais complicado de ser clonada, algo comum e que traz muitos problemas para o órgãos de segurança com a placa atual.

Somado a isso, aparece o rastreamento e monitoramento que serão mais fáceis, entre outras ações por conta do chip que será implantado nas novas placas e também do código QR.

Quando e como substituir a placa do meu carro?

As novas placas são obrigatórias nos Estados vigentes apenas para o registro de veículos novos, na transferência de município ou na troca de placa danificada. Quem quiser, também pode trocar por vontade própria.

No momento o único estado onde a nova placa já está liberada é o Rio de janeiro, e mesmo lá, num primeiro momento ela está disponível para veículos que precisam ser emplacados, seja por sua condição de 0km ou por transferências de propriedade, jurisdição ou município.

Nos outros estados o processo de homologação junto aos Detran’s está em curso e em breve a nova placa poderá ser utilizada em todo território nacional. Seu valor se manteve igual ao emplacamento que temos até o momento, R$ 219,35, no Rio de Janeiro. O desejo é que isso ocorra em todos os outras federações.

Para os veículos que já se encontram em circulação o prazo para assumir a placa nova é 31 de dezembro de 2023. Os que forem sendo fabricados a partir da liberação do respectivo Detran já poderá optar pelo novo modelo.

Início de tudo

A decisão para substituição da placa teve início em 2011 e reuniu todo o SNT, Sistema Nacional de Trânsito, para que o projeto fosse viável e saísse do papel.

Uma das resistência para que entrasse antes em vigor se deve principalmente ao fato de que os representantes de órgão de trânsito não queriam que “custasse mais caro aos cidadãos”. Essa foi uma das falas de Maurício Alves, diretor do Detran, a época. Vamos aguardar por mais novidades envolvendo o processo.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?