Polo e Virtus Sense, opções para PcD

Quem não aderir a essa opção, fica para trás. De olho nos portadores de necessidades especiais, a Volkswagen lança o Polo Sense e o Virtus Sense, destinados ao público PcD, Pessoa com Deficiência, que chegam às concessionárias em fevereiro de 2019.

Carros
2 anos atrás
Polo e Virtus Sense, opções para PcD

A montadora é mais uma a se enquadrar a esse mecanismo para melhorar ainda mais sua participação no mercado brasileiro. Os dois modelos chegam com ótimas opções por se tratarem de uma marca que passa confiabilidade em seus produtos.

O Polo Sense 200 TSI tem como base a versão MSI mais completa, porém com o motor 1.0 TSI de até 128cv. Já o Virtus Sense MSI traz os mesmos itens de série do hatch e é equipado com o motor 1.6 MSI de 120cv.

Os dois modelos são equipados com transmissão automática de seis marchas, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (ASR), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS) e assistente de partida em subida/descida (HHC).

A participação nesse segmento é mais que necessária. Afinal, segundo a marca, as vendas para PcD cresceram mais de 300% entre janeiro e novembro deste ano se comparado ao mesmo período do ano passado.

Preços

As duas versões da linha Sense estão disponíveis a partir de fevereiro de 2019. Algumas adaptações foram necessárias implementar para serem permitidos os descontos dos impostos ICMS, IPVA, IOF e IPI e não ultrapassar o teto limite de R$ 70.000, válido para a isenção dos impostos de veículos nessa categoria.

Polo Sense – R$ 69.990
Virtus Sense – R$ 69.990

Valores da gama completa
Virtus 1.6 MSI – R$ 61.390,00
Virtus 1.6 MSI AT – R$ 66.525,00
Virtus Comfortline 200 TSI – R$ 74.680,00
Virtus Highline – R$ 79.990
Polo 1.0 MPI – R$ 50.670
Polo 1.6 MSI – R$ 57.190
Polo 200 TSI Comfortline – R$ 68.120
Polo 200 TSI Highline – R$ 73.250

Polo e Virtus Sense

Tanto o Polo, como Virtus, saem de fábrica equipados com direção com assistência elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas com função um-toque para fechamento e abertura, travas elétricas, faróis de dupla parábola, chave tipo canivete com controle remoto, computador de bordo, para-sóis iluminados para motorista e passageiro, tomada de 12V no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento, regulagem de altura para o banco do motorista, sistema de infotainment Composition Touch, Park pilot (sensores de estacionamento traseiros), rodas de aço de 15 polegadas com pneus 195/65 R15 e retrovisores com ajuste elétrico e função tilt down.

No caso do hatch, ele será equipado com motor EA211 turbo aspirado 1.0 Flex, com 128 cv de potência, 20,4 kgfm de torque a 2.000 rpm, câmbio automático de 6 marchas com sistema Tiptronic. Com esse conjunto mecânico, o veículo alcança a velocidade máxima de 192 km/h, aceleração de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e tem consumo médio a gasolina de 11,6 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada.

Na mesma pegada do Polo, mantendo o padrão de equipamentos tecnológico, a versão Virtus Sense se diferencia por trazer o motor EA211 MSI 1.6 Flex, com 4 cilindros em linha, 16V, 117 cv de potência a 5.750 rpm, 16,5 kgfm e câmbio automático de seis velocidades.

O novo sedã atinge a velocidade máxima de 190 km/h, aceleração de 0 a 100 km/h em 10,8 segundos, consumo a gasolina de 10,8 km/l na cidade e 13,8 km/l na estrada.

Os dois modelos contam com o sistema de infotainment Composition Touch traz tela colorida sensível ao toque de 6,5 polegadas, entradas USB, para SD-card e conexão Bluetooth, e permite conectividade por meio do App-Connect, Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink, além de contar com comando por voz.

O Virtus só tem opções de cores preta, vermelha e branca e não tem direito a opcionais. O mesmo preceito se aplica ao Polo.

Sucesso global do Polo e Virtus

Os dois novos veículos da Volkswagen são produtos globais que chegaram ao mercado nacional estabelecendo novas referências em termos de estilo, tecnologia e dirigibilidade.

O Novo Polo traz design exclusivo em relação aos outros mercados, inspirado em pesquisas com clientes brasileiros e com foco na regionalização dos produtos da marca. O resultado é um estilo próprio, com fortes linhas de caráter. Já o Virtus, o mais novo sedã de sucesso da montadora, estreou mundialmente no Brasil e já está fazendo sucesso em outros mercados.

As versões Comfortline e Highline do Novo Polo e do Virtus estão disponíveis exclusivamente com o motor 200 TSI, que é combinado à transmissão automática de 6 marchas. Essa transmissão oferece a opção de trocas manuais sequenciais Tiptronic, operada por meio da alavanca de câmbio ou pelas aletas (“shift paddles”) no volante. O motorista também conta com o modo de acionamento esportivo (posição “S”), que altera os momentos das trocas de marchas para rotações mais elevadas, proporcionando aceleração mais rápida, para um comportamento mais dinâmico do veículo.

Com três cilindros e 999 cm³ de cilindrada, o propulsor é da família EA211. Total Flex, esse motor é capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. A potência máxima é de 128 cv (94 kW) com etanol e 115 cv (85 kW) com gasolina a 5.500 rpm, com torque máximo de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm.

Programa de mobilidade

Com o Programa Mobilidade Volkswagen, pessoas com deficiência, condutores de veículos ou não, podem ser beneficiadas com isenções de impostos como IPI, ICMS, IPVA e IOF, além de um desconto especial oferecido pela montadora, de acordo com o perfil do cliente. Basta procurar uma concessionária da marca para obter informações mais cimpletas sobre o processo.

Têm direito ao benefício pessoas com amputações, artrite reumatoide, artrodese, artrose, AVC, AVE, acidente vascular encefálico, autismo, alguns tipos de câncer, doenças degenerativas, deficiência visual, deficiência mental, doenças neurológicas, encurtamento de membros e más formações, esclerose múltipla, escoliose acentuada, LER, lesão por esforço repetitivo, linfomas, lesões com sequelas físicas, manguito rotador, mastectomia, nanismo, baixa estatura, neuropatias diabéticas, paralisia, paraplegia, Parkinson, poliomielite, próteses internas e externas; exemplo: joelho, quadril, coluna, etc, problemas na coluna, quadrantomia, relacionada a câncer de mama, síndrome do túnel do carpo, talidomida, tendinite crônica, tetraparesia, tetraplegia, etc.

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?