Redesenhado, Kia Picanto GT é top

Importado da Coreia do Sul, o compacto Kia Picanto chegou ao Brasil em 2006. O veículo da montadora asiática teve sua 2ª geração lançada em 2011 e passou por uma completa reestilização em 2016.

Carros
2 anos atrás
Redesenhado, Kia Picanto GT é top

Este ano, ele passou a ser comercializado em única versão com visual aventureiro, visual arrojado e bem simpático. Está ganhando cada vez mais simpatizantes e começa a se destacar por várias razões.

Ninguém entendeu os motivos, mas a Kia Motors começou a vender, sem muito alarde, a terceira geração do Picanto no Brasil. Ele chega na versão GT, de estética esportiva e com pacote robusto de equipamentos.

O novo Picanto GT Line é o compacto ideal para quem não tem medo de se destacar. Com grade dianteira, lanternas e faróis renovados, o compacto alia traços modernos a detalhes que ressaltam o apelo esportivo.
Porém, a despeito do visual sugestivo, o subcompacto traz o mesmo 1.0 12V flex aspirado do modelo anterior, com potências de 77 cv (G) e 80 cv (E), e torques de 9,4 kgfm e 9,8 kgfm, na mesma ordem.

Versão única do Kia Picanto GT

Pelo site ou direto na concessionária o interessado vai encontrar uma única opção de venda.

Kia Picanto GT – R$ 58.990.

Apesar desse ser o preço sugerido, em algumas concessionárias ele pode ter o valor alterado por questões de venda e tributos.

Segundo a marca, a antiga geração continuará à venda e não há previsão para a importação de outras versões do novo Picanto. O 1.0 do novo Picanto GT é flexível e tem 80 cv.

A montadora resolveu manter os 3,6 metros de comprimento, porém o novo Picanto GT ficou maior por dentro. Isso foi possível em razão da Kia encurtar em 25 mm o balanço dianteiro, aumentando o entre-eixos em 15 mm e o balanço traseiro em outros 10 mm. O resultado disso é um carro com espaço ampliado para os ocupantes. O porta-malas também cresceu e hoje tem 255 litros, volume ainda modesto, mas suficiente para o uso na cidade.

Kia Picanto GT teve motor mantido

Um fato que não agradou foi a manutenção do motor. O Picanto GT que está sendo vendido no Brasil mantém o motor 1.0 flex aspirado de 3 cilindros do modelo anterior, que entrega 77/80 cv de potência e 9,6/10 kgfm de torque.

O câmbio também foi mantido e é o conhecido automático de 4 marchas. O que mudou foi a calibração da direção elétrica, mais rápida e com raio de giro menor, enquanto a suspensão recebeu outro ajuste de molas e amortecedores, além de novas barras estabilizadoras.

De acordo com a Kia, o consumo é o seguinte:

Com álcool a média é de 8 Km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada. Já com gasolina alcança média de 11,5 km/l na cidade e 14 km/l na estrada.

Por dentro do Picanto

Embora mais generoso, o interior do compacto mesmo um pouco maior, continua estreito para adultos. Já a lista de equipamentos está bem mais farta e sofisticada que no modelo anterior.

Uma barra horizontal prateada divide o painel e marca uma base para a nova central multimídia touchscreen destacada com tela flutuante no alto do painel de sete polegadas e sensível ao toque, com Android Auto, Carplay, Bluetooth e uma USB. As saídas de ar ficaram ovaladas, pedaleiras esportivas e detalhes vermelhos nos bancos e paineis de porta revelam segundas intenções.

Entre os itens de série, o novo Picanto GT oferece ar-condicionado, banco traseiro bipartido e rebatível, faróis e lanternas em LED com acendimento automático, airbags frontais, câmera de ré, computador de bordo, chave tipo canivete, pedaleiras cromadas, rodas de liga leve aro 15.

Os retrovisores tem ajustes e rebatimento elétrico, escape com ponteira dupla cromada, volante com regulagens de altura e profundidade, revestimento em couro, entre outros. Pena que foram descartados controles eletrônicos de estabilidade e de tração.

Design e visual do Picanto GT

A terceira geração do Picanto traz design esportivo que chama atenção de quem o vê pelas ruas. Isso é promovido devido os faróis mais inclinados, para-choque com tomadas de ar laterais, saias, rodas diamantadas, para-choque com extrator e saída de escape com ponteira dupla cromada.

Com esse visual arrojado, o Kia Picanto traz linhas robustas e rodas esportivas que transmitem força e vitalidade. O modelo herdou a grade frontal de outros modelos da montadora, unindo-a com um design mais ousado para a carroceria, com novas entradas de ar na dianteira.

O volante é completo com sistemas de regulagem de altura e comandos de som e chamada via Bluetooth. O modelo também é equipado com ar-condicionado, luzes de assoalho e travamento elétrico central das portas.

Proposta mais que bacana

Em um país como o Brasil de trânsito pesado e complicado na maioria dos estados, ter um carro compacto com câmbio automático é uma proposta mais que bacana. Aliás, o mercado brasileiro carece de veículos pequenos.

No comércio de usados existem modelos da geração anterior que são bem completos, com itens que só podem ser vistos em modelos de categoria superior. Destaque para os seis airbags, teto solar, faróis de LED e mais uma série de equipamentos.

Mesmo assim que já pilotou garante que o Picanto não é um dos carros mais prazerosos de se guiar quando equipado com esse tipo de transmissão.

“Acho que a transmissão automática não combina com carro pequeno. São mais eficazes nos sedã e veículos maiores. O Picanto GT é lindo e atraente, mas penso que um câmbio manual cairia muito melhor”, disse Adalberto Franco.

“Isso não acontece com esse carro. Todos aparecem lindos e chamando a atenção pela estética e a lista de equipamentos. Porém, os preços dos carros no Brasil, como vem sendo praticado com o Picanto assusta. Uma pena porque o carro é show”, destacou Laercio Almeida.

Já Eduarda Moraes que se derreteu pelo design do veículo só tem elogios. “A versão GT vai parar o trânsito vai. O carro é bonito. Sempre observei por fotos e nunca demonstrei interesse por achar meio feio. Mas me surpreendi ao vê-lo pessoalmente. Espero que a Kia mantenha essa versão no Brasil por muito tempo”, declarou.

Quem também enalteceu o automóvel foi Maria Amélia. “Amo o Picanto. É um carro que tem tudo que preciso na categoria compacto. Com certeza irei trocar o meu, é será o meu 4º Picanto”, revelou.

Itens de série e detalhes do Picanto GT

Abertura interna da tampa de combustível
Acabamento black piano nas laterais das portas e em detalhes do painel frontal
Apoio de braço central com porta-objetos
Ar-condicionado
Banco do motorista com regulagem de altura, distância e inclinação
Bancos com detalhes em vermelho
Bancos do motorista e passageiro com porta-revistas no encosto
Banco traseiro rebatível e bipartido (60/40)
Bluetooth com controle de chamada no volante
Chave tipo canivete para travamento e destravamento de portas a distância
Costuras dos bancos, volante e laterais das portas na cor vermelha
Detalhes metalizados nas maçanetas internas, volante, difusores e painel
Display digital com odômetro com medições parciais A e B, temperatura externa e indicador de marcha
Encostos de cabeça dianteiros e traseiros com regulagem de altura
Iluminação no porta-malas
Luz interna com efeito fade-out
Para-sóis com espelhos para o motorista e passageiro
Porta-copos no console central
Porta-garrafas nas portas dianteiras
Porta-objetos nas portas dianteiras e console central
Revestimento de couro nos bancos, volante, alavanca de câmbio e apoios de braço
Sistema imobilizador de ignição
Tampa no compartimento de bagagem
Tomada auxiliar de energia 12 V (console central)
Travamento elétrico central das portas e porta-malas
Vidros com comando elétrico nas 4 portas
Volante com regulagem de altura e controles de som
Antena eletrônica externa no teto
Detalhes cromados nos conjuntos de faróis
Escapamento com ponteira cromada dupla
Espelhos retrovisores externos com regulagem elétrica e aquecimento
Faróis com projetores elipsoidais e lentes de policarbonato
Faróis de neblina com lentes elipsoidais
Lanternas traseiras de Led
Limpador do para-brisa com acionamento intermitente e frequência variável
Limpador do vidro traseiro
Luz diurna de navegação de Led
Maçanetas externas da cor do veículo
Para-choque traseiro, spoilers laterais, grade e entrada de ar frontais com detalhes vermelhos
Para-choques e espelhos retrovisores na cor do veículo
Pedaleiras cromadas
Rodas de liga leve aro 15”
Spoiler traseiro

Picanto GT tem mais segurança que versões anteriores

A Kia se preocupou em reforçar a segurança do novo Kia Picanto e por isso alguns sistemas de segurança são destaque no carro. Confira:

Acendimento automático dos faróis
Air bag frontal duplo
Volante com aquecimento
Sistema de frenagem de emergência
Controle de estabilidade
Aviso de colisão frontal
Volante multifuncional com sistema de som, Bluetooth e revestido com couro
Câmara de ré e teto solar
Monitoramento da pressão dos pneus
Barras de proteção contra impactos laterais nas 4 portas
Câmera de ré com sistema multimídia
Cintos de segurança traseiros de 3 pontos
Cintos dianteiros com pré-tensionadores e limitadores de carga
Desembaçador no vidro traseiro
Direção com assistência elétrica progressiva
Freios a disco ventilados na dianteira e a tambor na traseira com ABS/EBD
Luz de freio – Brake Light – instalada no spoiler do vidro traseiro
Sistema Isofix
Sistema multimídia com tela de 7” sensível ao toque, conectividade de celular (Apple CarPlay e Android Auto), Bluetooth, entrada auxiliar, USB e controles de áudio e de chamadas no volante

Ficha técnica do Picanto

Versão: 1.0 L automático
Motor: 1.0 L Flex
Tipo: 3 cilindros em linha
Sistema de alimentação: Injeção eletrônica sequencial
Cilindrada (cm3 ): 998
Comando DOHC, 12 válvulas CVVT (variável)
Taxa de compressão 12,5:1
Potência máxima (gasolina / etanol) (cv @ rpm): 77 @ 6.200 / 80 @ 6.200
Torque máximo (gasolina / etanol) (kgm @ rpm): 9,4 @ 4.500 / 9,8 @ 4.500
Transmissão: Tipo Automática Relação de transmissão 4 A/T
Comprimento (mm): 3.595
Largura (mm): 1.595
Altura (mm): 1.495
Distância entre eixos (mm): 2.400
Bitola (dianteira / traseira) (mm): 1.394 / 1.403
Balanço traseiro (mm): 520
Balanço dianteiro (mm): 675
Pneus: 185/55R15
Peso em ordem de marcha: 971
Peso bruto total: 1.370
Capacidade de carga (kg): 419 C.M.T. (kg) 1.370
Altura mínima do solo (mm): 141
Volume do tanque de combustível (l): 35
Número de ocupantes: 5

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?