Renault Duster, boa de espaço, boa de preço

Em sua segunda geração, o Renault Duster configura em 2018 com nova motorização e detalhes. O SUV lançado na Romênia em 2011 chegou no Brasil como aposta, mas logo conquistou o gosto do consumidor daqui que até hoje procura pelo carro nas concessionárias.

Carros
2 anos atrás
Renault Duster, boa de espaço, boa de preço

Está conseguindo boa posição nos olhares, principalmente femininos. Por sua aparência robusta e por ser mais alta que os comuns, o SUV se destaca pelo preço e espaço.

A modelo sozinho foi responsável por garantir à marca francesa 36,1% do mercado de SUVs no Brasil, em parte pela facilidade oferecida pela fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, onde o modelo é produzido. Em 2013, a Duster foi a terceira SUV mais vendida no mundo, sendo que 70% das unidades estavam sob a marca Renault.

Ainda para esse ano mais inovações são esperadas. Dentre elas, a mais aguardada é a versão com 7 lugares, denominada Avant – Premiere. Ela já foi apresentada no Salão Frankfurt na Alemanha e pelo que se pode acompanhar, o SUV passará por uma mudança radical quando comparada ao modelo atual.

Contudo, os amantes do veículo não precisam se preocupar porque ele não deve perder suas características de robustez e sofisticação que o consagraram como um dos melhores SUV´s da categoria principalmente pela relação custo-benefício.

Tanto que nas versões de entrada será mantido a relação de itens de série como direção eletro-hidráulica, ar condicionado e rodas de liga leve, já no top de linha o modelo chega ao mercado com central multimídia luzes em Led.

Quando o assunto é motor, modelo 2.0 deve ser tornar antiquado juntamente com a primeira geração da Duster. A família linha 2018/2019 traz outra novidade sob o capô.

Trata-se do motor 2.0 SCe. Conforme apresentado em meados de 2016 pela Renault nos motores 1.6, o SCe possui diversos recursos que tendem a melhorar o desempenho e a eficiência do carro, principalmente na economia de energia da bateria e no reduto de atrito.

Preços e versões do atual SUV Duster

Enquanto a nova Duster não chega por aqui, as versões e preços apresentados nesse artigo são dos atuais modelos comercializados pela Renault. São duas variantes com várias opções de motorização e transmissão que modificam o valor final do SUV.

Renault Duster – Dynamique 1.6 16v SCe Manual 4×2 – R$ 78.090,00
Renault Duster – Dynamique 1.6 16v SCe CVT X-TRONIC 4×2 – R$ 83.590
Renault Duster – Dynamique 2.0 16v Manual 4×2 – R$ 88.990
Renault Duster – Dynamique 2.0 16v Automático 4×2 – R$ 88.990
Renault Duster – Dynamique 2.0 16v Manual 4×4 – R$ 90.590
Renault Duster – Expression 1.6 16b SCe Manual 4X2 – R$ 72.190,00
Renault Duster – Expression 1.6 16b SCe CVT X-TRONIC 4X2 – R$ 77.690

Kits e opcionais da Duster

Ao comprar um Duster, o consumidor tem a sua disposição várias personalizações que são oferecidas pelos kits fechados para instalação nos modelos do SUV.

A Renault oferta esses equipamentos já que as versões em si diferem pouco em alguns aspectos além do mecânico, sendo então opções interessantes para melhorar o conforto oferecido pelo carro francês, ou para atender melhor às necessidades do usuário.

Um dos kits oferecidos é o “Aventura”, que oferece uma barra de proteção frontal com farol, alargadores de para-lamas e estribo em plataforma para as laterais da Duster.

Já a opção denominada “Conforto” acrescenta um apoio central para o braço do motorista e uma câmera de ré acoplada ao MEDIA Nav Evolution, central multimídia Renault.

Tem ainda o kit “Estilo” com a mesma proteção frontal do “Aventura”, mas com faróis que substitui os estribos plataforma por estribos tubulares nas laterais. Por fim, a opção “Áudio” substitui a central multimídia padrão por um sistema Pioneer com alto falantes de 100 W de potência.

De acordo com a fabricante, parte dos itens disponíveis em kits podem ser adicionados separadamente na Duster. Dentre eles, a câmera de ré. Já outros opcionais não fazem parte de nenhum dos pacotes de expansão como o alarme volumétrico, o bagageiro de teto, o engate traseiro, porta bicicletas, entre outros.

Detalhes que só o Duster tem

Antes do lançamento da nova linha, a Renault promoveu uma resstilização na Duster incluindo dentro da cabine. A atualização trouxe mudanças consideráveis e atraentes ao consumidor. A versão Dynamique, por exemplo, tem forração bicolor de couro nos bancos, detalhes em marrom no painel e black piano no console central.

A otimização não é das melhores, contudo em compensação, o SUV continua como referência em espaço na categoria. Isso é possível em virtude da cabine ampla para cinco adultos e um pródigo porta-malas de 475 litros.

Caso o consumidor tenha uma família que precisa de espaço, mas não se importa tanto com o visual da linha atual já meio defasada, a compra do carro vale a pena em razão dos equipamentos essenciais e a proximidade do lançamento de uma nova geração que fazem da versão Expression, por exemplo, um ótimo custo-benefício por custas cerca de 10% a mais que alguns hatches aventureiros.

O Duster ainda é brando e forte sobre pisos castigados. Se a nova geração trouxer os refinamentos que faltam, o utilitário da Renault ainda terá vida longa e próspera no Brasil.

Câmbio automático CVT X-TRONIC e mais novidades

Quem procura conforto e prazer em dirigir não vai se arrepender em comprar um Duster.

Tudo isso é promovido pelo Câmbio automático CVT X-TRONIC. Ainda mais econômico, devido sua tecnologia que proporciona uma aceleração suave, contínua e sem trancos, ele oferece também a opção exclusiva de troca sequencial de 6 velocidades.

Soma-se a isso o Piloto Automático com limitador e regulador de velocidade que permite o motorista acioná-lo para manter a velocidade constante, evitando assim exceder o limite da via.

Quem gosta de tecnologia vai adorar Media Nav. Desenvolvido com uma tela de 7’’ sensível ao toque, ele permite ao motorista permanecer conectado com segurança enquanto dirige, vinculando sua playlist do MP3 player, iPod® ou Smartphone ao sistema streaming de áudio por meio de Bluetooth®, entradas USB e demais auxiliares disponíveis, com GPS integrado.

O SUV conta ainda com a função Eco Coaching que orienta o condutor a dirigir de modo mais econômico. Ele funciona através do Eco Scoring que avalia sua condução ao fim de cada percurso indicando maneiras de garantir performance e economia.

Se o motorista preferir, pode ativar também a qualquer momento a função Eco-Mode que possibilita a redução em até 10% o consumo de combustível. Nos tempo de hoje, quando o preço do combustível está bastantes salgado, nada como uma função desta para ajudar.

Consumo, retomada, aceleração e frenagem

Consumo cidade: 8,1 km/l (e) / 10,3 km/l (g)
Consumo estrada: 12,5 km/l (e) / 15,9 km/l (g)
0 a 60 km/h: 5,78 segundos (e) / 5,94 segundos (g)
0 a 100 km/h: 13,55 segundos (e) / 13,99 segundos (g)
0 a 120 km/h: 20,09 segundos (e) / 20,77 segundos (g)
Retomada 40 a 100 km/h: 10,14 segundos (e) /10,69 segundos (g)
Retomada 80 a 120 km/h: 10,62 segundos (e) / 10,84 segundos (g)
Aceleração em 400 metros: 19,10 segundos – 117,93 km/h (e) / 19,34 segundos – 117,09 km/h (g)
Aceleração em 1000 metros: 35,38 segundos – 145,17 km/h (e) / 35,67 segundos – 145,06 km/h (g)
Frenagem 100 a 0 km/h: 53,8 metros

Avalições e opiniões

Com mais pontos positivos do que negativos, a Duster é uma boa opção de compra seja zero km ou usada, garantem os proprietários do SUV.

Ronaldo Ramos aponta muitas coisas boas no carro. “É veículo muito econômico pelo porte dele. Na cidade, com gasolina e o botão eco ligado, faz 12 quilômetros por litro. Na rodovia também com o eco ligado, chega a 13.8 km e sem o sistema de economia, crava 12.9 KM/L.

É um carro excelente para família pode ter amplo porta-malas e espaço interno sem igual. Sem contar o bom acabamento, piloto automático, que por ser manual, em alguns momentos exige-se desabilitá-lo como em grandes subidas. Vale a pena a compra. Não existe comparação no mercado”, revelou.

Ivanildo Cezar apontou sua robustez como diferencial. “Ela é robusta e aguenta os buracos das nossas cidades mal cuidadas. Tem preço justo e um porta-malas enorme. Além de ser um carro alto e imponente, é econômico. Incomparável se pensarmos em outros carros grande. Recomendo a compra sem arrependimentos”, declarou.

João Carlos citou o custo-benefício ao compra a Duster. “Ótimo custo-benefício para compra e em relação a manutenção. Estou há um ano com ela e até agora nenhum problema. Recomendo”, alegou.

Já Ademir viu problemas no SUV da Renault. “Apesar de gostar muito do carro, me decepcionei com a ferrugem na porta da mala que vem de dentro para fora, sendo visível que é defeito de fabricação, pois o lugar não acumula água”, manifestou.

Itens de série chamam atenção no Renault Duster

Freios ABS e Airbag Duplo
Sistema CAR – Travamento Automático de Portas
Alarme Perimétrico.
Sistema Multimídia MEDIA Nav Evolution com tela touchscreen de 7” e navegação GPS.
Rádio 3D Sound By Arkamys
Faróis de Neblina
Computador de Bordo
Indicador de Temperatura externa
Sensor de estacionamento traseiro
Função Eco Mode
Renault Duster 2018 2019 – Dynamique 1.6 16v SCe Manual 4×2
Potência 120 cv
04 Unidades de Cilindros
597 cm3
Roda de Liga Leve aro 16” – Cinza Escuro
Renault Duster 2018 2019 – Dynamique 1.6 16v SCe CVT X-TRONIC 4×2
Roda de Liga Leve aro 16” – Cinza Escuro
Tecido Dynamique

Renault Duster 2018 2019 – Dynamique 2.0 16v Manual 4×2
Potência 148 cv
04 Unidades de Cilindros
998 cm3

Renault Duster 2018 2019 – Dynamique 2.0 16v Automático 4×2
Potência 148 cv
04 Unidades de Cilindros
998 cm3
Roda de Liga Leve aro 16” – Cinza Escuro
Renault Duster 2018 2019 – Dynamique 2.0 16v Automático 4×4
Potência 148 cv
04 Unidades de Cilindros
998 cm3

Renault Duster 2018 2019 – Expression 1.6 16v SCe CVT X-TRONIC 4×2
Roda de Liga Leve aro 16” – Cinza Escuro
Tecido Dynamique

Renault Duster 2018 2019 – Expression 1.6 16v Manual 4×2
Potência 120 cv
04 Unidades de Cilindros
597 cm3
Roda de Liga Leve aro 16”
Tecido Expression

Ficha técnica
Motor: Dianteiro, transversal, 4 cil. em linha, 1.6, 16V, comando duplo variável na admissão, injeção multiponto, flex
Potência: 120/118 cv a 5.500 rpm
Torque: 16,2 kgfm a 4.000 rpm
Câmbio: Automático CVT com simulação de seis marchas, tração dianteira
Direção: Eletro-hidráulica
Suspensão: Indep. McPherson (diant.) e eixo de torção (tras.)
Freios: Discos ventilados (diant.) e tambores (tras.)
Pneus: 205/60 R16 (diant. e tras.)

Dimensões
Compr.: 4,33 m
Largura: 1,82 m
Altura: 1,68 m
Entre-eixos: 2,67 m
Tanque
50 litros
Porta-malas: 475 litros (fabricante)
Peso: 1.240 kg
Central multimídia: 7 pol., sensível ao toque

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?