Se liga nas dicas para compra e venda de veículos usados

Mesmo com uma boa procura por carros zero km, a busca por carros usados ou seminovos, como costumam anunciar os vendedores, é quase cinco vezes maior. São vários os motivos que levam a esses números. Só para se ter ideia, a relação entre automóvel usado para cada carro novo comercializado no Brasil ficou em 4,7 no mês de janeiro de 2019, segundo relatório divulgado pela Fenabrave, Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

Auto
2 anos atrás
Se liga nas dicas para compra e venda de veículos usados

Embora mais atrativo pelo custo-benefício, é preciso tomar alguns cuidados ao comprar um veículo usado para evitar prejuízos e dor de cabeça. Afinal, estamos falando da compra de um bem material de valor elevado e que pode custar muito mais se começar a apresentar problemas mecânicos e elétricos.

Para ajudar os compradores e, futuros motoristas, a evitarem problemas futuros, trazemos nesse artigo dez dicas importantes na hora de fechar o negócio. Agora, se você está pensando em vender o seu veículo, existem várias formas de fazer isso. E essa variedade de opções faz muitos ficar na dúvida sobre qual delas escolher.

Confira as orientações

– Antes de fechar negócio, faça uma consulta sobre possíveis débitos, bloqueios, restrições e histórico de vistorias do veículo no site do Detran, Departamento de Trânsito, de se estado. Cada um tem suas regaras, mas basicamente basta inserir a placa e o número do Renavam. Não precisa de cadastro prévio. Não aceite relatório ou laudo apresentado em papel, pois não terá como confirmar a autenticidade do documento;

– Desconfie de “ofertas imperdíveis” e “preços muito baixos”. Golpes são aplicados, principalmente pela internet, atraindo compradores com preços bem abaixo do praticado no mercado. Consulte a tabela Fipe para verificar valores atuais de veículos e ter uma ideia do que está sendo ofertado;

– Nunca, jamais finalize a compra apenas por fotos na internet nem pague qualquer quantia sem antes ver pessoalmente o veículo. Aliás, ver de perto do automóvel ou motocicleta que pretende comprar, é imprescindível. Dentre as ações a ser tomada, é aconselhável ainda levar o carro a um mecânico de confiança para verificar o funcionamento do motor, do sistema de iluminação, entre outros itens no veículo;

– Se a sua intenção for vender o veículo, não entregue o documento de transferência dele em branco. Colete a assinatura e os dados do comprador no CRV, Certificado de Registro de Veículo, e faça a comunicação de venda no cartório de registros da sua cidade. Isso evitará problemas futuros com cobranças de débitos, como multas, ou mesmo responsabilidade civil e criminal após a venda.

Para fechar negócio mais rapidamente, vender o carro usado em uma loja revendedora pode ser uma vantagem. Para conseguir um bom preço pelo carro vale ficar atento aos seguintes itens: quilometragem, conservação, nível de equipamentos, cor, oferta e demanda do modelo em questão e alterações realizadas no veículo, bem como o valor dos impostos e outras despesas com que a loja terá de arcar para ter lucro ao negociar o veículo.

Se for vender para pessoa física, menos comum nos dias de hoje, a transação pode ser mais vantajosa para quem está vendendo. Porém, por esse meio pode haver uma demora maior para concretizar a venda, além de riscos maiores na negociação. Portanto, vale a pena ficar mais atento quanto à parte de documentação. Deve-se entregar o carro apenas depois que o dinheiro da venda for depositado.

– Após a comunicação de venda, fique com uma cópia autenticada e entregue o CRV original ao novo proprietário do veículo. É necessário o reconhecimento da assinatura do vendedor e do comprador por autenticidade no documento. O prazo para providenciar a transferência de propriedade é de 30 dias corridos. Se for transferido depois, o novo dono será multado em R$ 195,23 e receberá cinco pontos na CNH, Carteira Nacional de Habilitação, uma vez que esse tipo de infração é grave;

– Em até cinco dias da data de ida ao cartório, o antigo dono do veículo pode acompanhar no site do Detran ou outro órgão de trânsito de seu estado se a comunicação de venda foi efetiva pelo cartório. Em caso negativo, o cidadão pode notificar a venda ao departamento por meio do site ou então pessoalmente numa unidade, apresentando a cópia autenticada do CRV;

– Se o veículo foi vendido sem a comunicação de venda e não foi transferido pelo novo proprietário, o antigo dono pode solicitar no Detran ou outro órgão de trânsito de seu estado um bloqueio administrativo que permitirá a remoção do veículo ao pátio quando for parado numa blitz;

– Para a transferência do veículo, é necessário que o comprador submeta o carro a uma vistoria de identificação veicular. Há empresas credenciadas por órgão de trânsito em todo o Estado. Procure a melhor opção e se certifique de que ela está mesmo habilitada para a realização desse serviço.

– Preste atenção nos principais documentos solicitados na hora da transferência: cópia e original da CNH atualizada, comprovante de residência atualizado (pode ser água ou luz) e os documentos do veículo (CRV e CRLV, documento de compra e venda e o licenciamento anual, respectivamente);

– Se o proprietário do veículo não puder comparecer nas unidades do Detran ou outro órgão de trânsito de seu estado, um parente próximo (mãe, pai ou irmão) pode representá-lo, desde que apresente o original e cópia simples de um documento que comprove o parentesco, além de uma cópia do documento do dono do veículo.

É comum ter no site do Detran ou outro órgão de trânsito de seu estado o passo a passo para compra ou venda de um veículo, além de localizar endereços e horários de atendimento das unidades, e de empresas credenciadas para serviços.

Ranking dos usados

Para ajudar a escolher o veículo que atende as suas necessidades, listamos aqui os 10 mais vendidos, em janeiro de 2019, de acordo com a Fenabrave.

Só nesse mês foram comercializados 1.157.775 veículos usados no país. O número representa alta de 1,5% nas vendas se comparado com o mesmo mês do ano passado, quando foram registradas 1.40.134 compras de usados. A entidade divulgou, ainda, a relação dos automóveis mais negociados em janeiro:

1. Gol
2. Pálio
3. Uno
4. Celta
5. Fox
6. Fiesta
7. Corsa
8. Siena
9. Corolla
10. Ka

Pilotando Sonhos

Antes de viajar por aí você deve se programar muito bem, olhando o mapa e traçando a rota até o local desejado, isso é muito importante pensando na segurança da viagem e a comodidade, pois quanto melhor o percurso, mais proveitoso será o seu passeio. O Pilotando Sonhos te ajuda a se preparar para a estrada.

Vamos Bater um Papo?